Bastante assediado, Klebber Toledo diz que já superou a “fase de molecagem”

Reprodução/GloboKlebber Toledo diz que já superou a "fase de molecagem" Bastante assediado pela mulherada, Klebber Toledo, galã de "Êta Mundo Bom", novela das seis da Globo, disse em entrevista que se considera "um cara bem tranquilo e de família". Segundo palavras do ator, a sua "fase de molecagem" também já passou.

por
  • Reprodução/Globo
    Bastante assediado, Klebber Toledo diz que já superou a "fase de molecagem"
    Klebber Toledo diz que já superou a “fase de molecagem”

    Bastante assediado pela mulherada, Klebber Toledo, galã de “Êta Mundo Bom”, novela das seis da Globo, disse em entrevista que se considera “um cara bem tranquilo e de família”. Segundo palavras do ator, a sua “fase de molecagem” também já passou.

“Eu sou um cara muito família, eu acho que também já passei dessa fase de molecagem, de só curtir, de bagunça. Então, não atropelo muito, sou bem tranquilo. O que acontece, acontece”, disse ele.

Klebber Toledo é ex-namorado da atriz Marina Ruy Barbosa. Após três anos de namoro, o casal anunciou o término do relacionamento em agosto de 2014.

Recentemente, o galã de “Êta Mundo Bom” foi flagrado aos beijos com Monica Iozzi no camarote da Sapucaí durante o desfile que homenageou a família Camargo.

Na ocasião, a atriz pegou um coração de pelúcia na mão, que foi jogado por integrantes da escola, entregou para o Klebber e disse: “O Zezé jogou um coração pra mim. Toma pra você. O que você vai fazer com isso eu não sei”.

Sobre o sucess da novela das seis, Toledo disse que está sendo “muito gosto sair nas ruas e ver as pessoas sabem os nomes de todos os personagens”.

Escrita por Walcyr Carrasco, “Êta Mundo Bom” tem registrado bons números em São Paulo e no Rio, as duas principais praças.

De acordo com dados levantados por Ricardo Feltrin, colunista do Popzone, a novela marcou média de 32 pontos em São Paulo, no fim de junho –cada ponto equivale a 69 mil domicílios. Ou seja, de cada dez TVs ligadas na região, cinco sintonizavam a história.

Já no Rio, foram 37 pontos e 56% de participação nas TVs ligadas (share). No Rio cada ponto de audiência vale por cerca de 43 mil domicílios.

Você também vai curtir