Win Butler do Arcade Fire homenageia Alan Vega do Suicide com cover de “Dream Baby Dream”

por

Vocalista do pioneiro duo de música eletrônica morreu neste final de semana

Arcade Fire

Win Butler, o líder do Arcade Fire (ao lado) homenageou Alan Vega, o vocalista do Suicide morto neste final de semana aos 78 anos, postando online a cover que fez para “Dream Baby Dream“, uma das canções mais emblemáticas do duo pioneiro da música eletrônica. A versão foi postada na conta que Butler tem no soundcloud sob o nome “dj-windows98”.

O Suicide foi uma das bandas mais radicais surgidas no rock. Vega e seu parceiro Martin Rev – responsável pela instrumentação da dupla – faziam um som tão fora dos padrões, que nem mesmo os punks conseguiram digeri-lo – as brigas nos concertos ficaram notórias.

Apesar disso, o Suicide tornou-se bastante influente. Bastsa dizer que eles acabaram por criar o formato “duo tecnopop”, que nos anos 80 gerariam nomes mais famosos (e obviamente acessíveis) como o Soft Cell ou os Eurythmics.

Suicide

O lado menos ensolarado da música eletrônica também deve muito a Rev e Vega (segurando uma guitarra na foto à direita)- sendo impossível pensar em termos como rock industrial ou EBM sem eles.

O som do Suicide também atingiu ouvidos de artistas que pouco, ou nada tinham a ver com o deles. Bruce Springsteen por exemplo regravou a mesma “Dream Baby Dream” há três anos e o R.E.M. colocou a música em um CD compilado pela banda para a revista Uncut em 2003. Já a cantora M.I.A. usou um sample de “Ghost Rider” como base para a polêmica “Born Free

Ouça a versão de “Dream Baby Dream” feita por Win Butler

Ouça o som do Arcade Fire e conheça a música inovadora do Suicide aqui no Popzone!

Fonte: Popzone

Você também vai curtir