Mostras discutem universo queer e Geração Beat com 49 filmes em Brasília

Divulgação"Almoço Nu", do cineasta David Cronenber, um dos destaques da mostra Geração Beat

por
  • Divulgação
    Mostras discutem universo queer e Geração Beat com 49 filmes em Brasília
    “Almoço Nu”, do cineasta David Cronenber, um dos destaques da mostra Geração Beat

     

Grandes diretores, atores e obras estão reunidas em duas mostras que vão ocupar o Centro Cultural Banco do Brasil e a Caixa Cultural nos próximos dias. De 11 de julho a 1 de agosto, o CCBB recebe “Geração  Beat”, enquanto a Caixa abre espaço para pertinentes produções que vão ser exibidas na  “New Queer Cinema – Segunda Onda”, de 13 a 21 de julho. Ao todo, 49 filmes e documentários preenchem as programações.

Em Geração Beat, a curadoria reuniu filmes importantes como “Almoço nu” (de 1991, do canadense David Cronenberg) e “On the road” (“Na estrada”, de 2012, dirigido por Walter Salles), adaptação do homônimo romance de  Jack Kerouac, e outros não tão conhecidos, como “Drugstore Cowboy”, do diretor Gus Van Sant.

Geração Beat vai mostrar 34 filmes, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Além das projeções que ressaltam a veia transgressora e questionadora da geração, a mostra terá uma master class, no dia 13 de julho, explorando o universo beatnik. A aula será ministrada por Claudio Willer, poeta, crítico e tradutor para o português de obras de Lautréamont, dos beats Allen Ginsberg e Jack Kerouac, entre outros.

Divulgação

Mostras discutem universo queer e Geração Beat com 49 filmes em Brasília
“Madame Satã”, de Karim Ainouz, um dos destaques da Mostra New Queer de Cinema

 

Também quase na segunda quinzena de julho, os fãs de cinema têm uma boa oportunidade para refletir sobre questões de sexualidade e gênero. A mostra New Queer Cinema aborda a identidade de gênero entre personagens gays, bissexuais, lésbicas e transgêneros de diferentes países, protagonizados em filmes como o premiado “Madame Satã”, de Karim Ainouz, e “Meninos não choram”, dirigido por Kimberly Peirce. Os ingressos custam R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia-entrada) e podem ser adquiridos na bilheteria do local.

Assim como na Geração Beat, a mostra da Caixa Cultural também terá um espaço aberto ao público para dialogar sobre o tema. Em 20 de julho, Mateus Nagime, Denilson Lopes e Tania Montoro lideram o debate “Novas configurações do gênero no cinema”, a partir das 19h30.

A programação completa das duas mostras pode ser encontrada nos links www.culturabancodobrasil.com.br/portal/geracao-beat e  www.newqueercinema.com.br

Serviço
Mostra Geração Beat
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil Brasília (SCES Trecho 2)
Quando: 11 de julho a 1º de agosto. De quarta-feira a segunda-feira, às 19h e 21 (horários excepcionais às 16h, 17h, 18h30 e 20h20 – confira programação)
Quanto: R$ 10 e R$ 5 (meia entrada).

Mostra New Queer Cinema – Segunda Onda
Onde: Caixa Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4 Edifício anexo à matriz)
Quando: 13 a 21 de julho
Quanto: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia-entrada)

Você também vai curtir