Cristiana Oliveira diz que sente clima de Manchete em “Terra Prometida”

Munir Chatack/RecordCristiana Oliveira será a vilã Mara em "A Terra Prometida", na Record

por
  • Munir Chatack/Record
    Cristiana Oliveira diz que sente clima de Manchete em "Terra Prometida"
    Cristiana Oliveira será a vilã Mara em “A Terra Prometida”, na Record

    De casa nova, Cristiana Oliveira está animada com sua primeira novela na Record. No elenco de “A Terra Prometida”, que estreia na terça (5), a atriz diz que sente nos bastidores o mesmo clima de euforia dos seus tempos de Rede Manchete.

“Eu fui recebida nessa emissora com muito carinho. Falo para todo mundo que tenho a mesma sensação que eu tive na Manchete. Percebia nos atores aquela vontade de trabalhar, uma vontade que desse certo e prosperasse”, afirma Cristiana na coletiva de lançamento da novela na sede da Record, em São Paulo. “Na Record, existe uma dedicação na dramaturgia e uma energia muito grande. Tenho essa sensação do recomeço”, declara.

A atriz fez cinco novelas na extinta emissora, sendo “Pantanal” a mais famosa. Dois anos depois de dar vida a Juma Marruá, a personagem que se transformava em onça-pintada na trama de Benedito Ruy Barbosa, ela foi para a Globo. Seu ciclo na emissora carioca, que começou com “De Corpo e Alma”, de Glória Perez, terminou após mais de duas décadas em uma novela da mesma autora, em uma participação em “Salve Jorge” (2012).

Quatro anos depois do fim de seu contrato com a Globo, ela diz que entende o novo regime de contratação dos canais em que atores passam a prestar serviços por obra e não possuem mais vínculos de longo prazo como acontecia antigamente.

“Hoje em dia, até por um momento econômico e uma mudança nas empresas, e não só da televisão, existe um plano para que não se gaste mais do que se deve gastar. Eu fiquei 22 anos na Globo com um procedimento que hoje é diferente para a maioria dos atores. Os atores [atualmente] que estão reservados para obras próximas têm o seu tempo estendido”, explicou. “Quando acaba [a obra] e não tem nenhuma reserva, eles simplesmente terminam aquele contrato. Você fica na verdade sem aquela exclusividade”, diz.

Contratada exclusivamente para “A Terra Prometida”, Cristiana diz que o elenco está muito entrosado e disposto a dar o melhor na sucessora de “Os Dez Mandamentos – Nova Temporada”.

“Temos um grupo no WhatsApp em que ficamos o dia inteiro nos enchendo o saco. Tudo o que acontece a gente se fala. Já dei um churrasco lá em casa com o elenco inteiro. Fiz questão de receber as pessoas. Estamos sempre planejando esse tipo de coisa. Há essa busca para que a coisa dê certo. Quando há uma energia coletiva nas pessoas, acho que a tendência é o sucesso vir”, aposta.

Mara, a feiticeira que rejuvenesce

Em “A Terra Prometida”, Cristiana Oliveira fará parte do núcleo de hebreus liderados por Josué (Sidney Sampaio). Sua personagem, Mara, não está na Bíblia e foi criada especialmente para a novela de Renato Modesto.

“Mara quer dizer amarga em hebraico. Procurei no que poderia me inspirar e na Bíblia ela e Jezabel [princesa e mulher de Acabe, rei de Israel] têm algumas coisas parecidas. Existem grandes diferenças entre elas, mas pela maldade de Jezabel e a falsidade são parecidas. Mara é muito dissimulada, angustiada, amargurada. Fica o tempo todo questionando tudo o que acontece. Ela passa por cima igual dominó, chutando tudo o que tem na frente”, diz.

O clímax da personagem deve ocorrer após a queda das muralhas de Jericó, quando a vilã vai passar por enorme transformação ao virar feiticeira. “Ela quer poder, beleza. Estamos fazendo ela mais velha, com o cabelo branco. Lá na frente [da história], ela vai pedir juventude e vai ficar muito bonita. Depois, vai ficar mais velha e mais feia ainda. Isso para mim é bárbaro porque vou mudar tudo, postura e caracterização”, afirmou.

Você também vai curtir