Morre aos 101 anos Willis Pyle, animador de “Pinóquio” e “Bambi”

Montagem/UOLMontagem com Pinóquio e seu animador, Willis Pyle, que morreu aos 101 anos Morreu aos 101 anos o lendário animador Willis Pyle, um dos responsáveis por clássicos da Disney como "Pinóquio" (1940) e "Bambi" (1942). Ele morreu em seu apartamento localizado em Nova York (EUA). A morte, ocorrida na última quinta-feira (2), foi anunciada nesta quarta pela família do artista, que não divulgou as causas.

por
  • Montagem/UOL
    Morre aos 101 anos Willis Pyle, animador de "Pinóquio" e "Bambi"
    Montagem com Pinóquio e seu animador, Willis Pyle, que morreu aos 101 anos

     

Morreu aos 101 anos o lendário animador Willis Pyle, um dos responsáveis por clássicos da Disney como “Pinóquio” (1940) e “Bambi” (1942). Ele morreu em seu apartamento localizado em Nova York (EUA). A morte, ocorrida na última quinta-feira (2), foi anunciada nesta quarta pela família do artista, que não divulgou as causas.

Nascido no Líbano em 1914, Pyle ingressou na Universidade do Colorado antes de começar a trabalhar na Disney, em 1937. Seu primeiro trabalho foi no filme “Pinóquio”, segunda animação do estúdio, como assistente de Milt Kahl (1909-1987).

Pyle também integrou a equipe de “Fantasia” (1940), terceira animação da Disney, e “Bambi” antes de trocar o estúdio pelo de Walter Lantz (1899-1994), criador de Pica-Pau.

Em 1949, o profissional trabalhou na United Produtcions of America (UPA) e foi um dos criadores de Mr. Magoo. No ano seguinte, também pela UPA, recebeu o Oscar de melhor curta-metragem de animação por “Gerald McBoing Boing”.

Willis Pyle é considerado um dos mais importantes e respeitados profissionais da animação. Completou 100 anos em 2014.

Você também vai curtir