Jornal britânico cita brasileiro “Aquarius” em apostas para o Oscar

O crítico Nigel M Smith, do jornal britânico "The Guardian", fez suas primeiras apostas para o Oscar de 2017. Em um texto dividido em três categorias – apostas certas, possibilidades concretas e deveriam ser – Smith cita o brasileiro "Aquarius" na última categoria.

por

poiuyuyt
O crítico Nigel M Smith, do jornal britânico “The Guardian”, fez suas primeiras apostas para o Oscar de 2017. Em um texto dividido em três categorias – apostas certas, possibilidades concretas e deveriam ser – Smith cita o brasileiro “Aquarius” na última categoria.

Entre as apostas certas está o americano “The Birth of a Nation”, drama que conta a revolta de escravos no século XIX na Virgínia. Mesmo com críticas divididas, o filme foi chamou muita atenção e foi vencedor do Festival de Sundance no começo do ano.

Outra aposta dada como certa é “Florence: Quem é Esta Mulher?”, cinebiografia da cantora Florence Foster Jenkins, interpretada por Meryl Streep, que vive a mulher rica dos anos 1940 que ficou famosa por não acertar as notas musicais.

A animação “Zootopia” também aparece como chance de indicação por trazer questões sociais, raciais e de brutalidade policial.

Na seleção oficial de Cannes, o brasileiro “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, foi citado pelo crítico como um “deveria ser indicado”. Ele elogia a atuação de Sonia Braga. No entanto, é raro a Academia abrir as indicações para atores estrangeiros, como aconteceu com Fernanda Montenegro em “Central do Brasil”.

“Aquarius” já conseguiu distribuição em mais de 30 países, alcançando salas de cinema da Europa, Ásia, América do Norte e América Latina.

Você também vai curtir