TOPO

Ticiana descarta desgaste de imagem: “Chato é ficar fora do vídeo”

por Redação / Publicado em quarta-feira, 11 maio 2016 12:30 PM / / 358 views
  • Gabriel Gabe/SBT
  • Ticiana descarta desgaste de imagem: "Chato é ficar fora do vídeo"
  • Em menos de um ano, Ticiana Villas Boas apresentou três programas de gastronomia no SBT: dois de doce e um de churrasco

Em quase um ano de SBT, Ticiana Villas Boas vai estrear, no dia 21 de maio, seu terceiro programa na emissora. Na sequência do “BBQ Brasil”, reality de churrasco que termina neste sábado, ela continua no ar com a segunda edição do “Bake Off Brasil – Mão na Massa”.

Medo de ficar desgastada na TV? Que nada! A apresentadora, que lançou na terça o “Bake Off 2” na fazenda é gravado o programa, em Atibaia (São Paulo) não acredita em uma superexposição de sua imagem. Ela compara com os sete anos que ficou no “Jornal da Band”.

“No jornalismo, eu estava [no ar] de segunda a sábado, [os telespectadores] já deviam estar enjoados de mim. Agora o programa é semanal. Emendar é bom para mim, o que eu acho chato é ficar fora do vídeo” afirma ela, que está ansiosa para ter férias após emendar dos programas seguidos.

A apresentadora, que iniciou um novo ciclo da carreira ao migrar para o entretenimento, disse ter vontade de testar outros formatos, mas que o momento agora é de aproveitar a febre dos realities de gastronomia.

“Não sei até quando a moda de reality de gastronomia vai durar, por enquanto estou surfando nela. Graças a Deus, estou surfando na onda certa”, diz. Ela especula sobre o prazo de validade de programas do gênero, que apenas na TV aberta já lançou títulos como “MasterChef” (Band), “BBQ Brasil” (SBT), “Cozinha Sob Pressão” (SBT) e “Batalha dos Confeiteiros” (Record).

“Se tiver esse tempo [de validade], não vai ser agora porque veio para a TV aberta há pouco tempo. Só no SBT, são três realities de gastronomia. Pelo mercado, eu acho que não está saturado, mas pode ser que daqui a um tempo isso aconteça. Mas toda concorrência é saudável e só vão sobreviver os melhores”, aposta.

Seleção eclética: de manicure a jogador de futebol americano

Gabriel Gabe/SBT

Ticiana descarta desgaste de imagem: "Chato é ficar fora do vídeo"

Com Ticiana Villas Boas, Fabrízio Fasano Jr. e Carol Fiorentino lançam nova temporada do “Bake Off Brasil”

O “Bake Off Brasil 2” terá catorze participantes (dois a mais do que na primeira edição) e, consequentemente, mais episódios no ar (15 no total). Para Ticiana, um dos ingredientes principais para o sucesso do programa é ter um time eclético.

Com mais de 10 mil inscritos, ela acredita que o programa acertou na seleção de tipos variados: um garçom de transatlântico, mãe e filha competindo cada uma por si, um sommelier de cerveja que joga futebol americano e uma clássica dona de casa estão entre os perfis.

“A sacada do reality é selecionar bem os participantes. Tem de todas as classes sociais e tribos: uma manicure, uma grande executiva, um artista plástico que capricha nas finalizações e até um sommelier de cerveja que é jogador de futebol americano. Confeiteiro você imagina uma coisa mais delicada, e aí vem um homem barbudo, fortão e fazendo doces. Chega a ser engraçado”, comenta.

Ela e os jurados Fabrizio Fasano Jr. e Carol Fiorentino concordam que os confeiros amadores estão mais preparados. “Na primeira [edição] ninguém conhecia o formato. A gente sente que eles se prepararam, conhecem as provas. Sabem, por exemplo, que o Fabrizio não gosta de cheiro de ovo e a Carol gosta mais de bolo molhadinho. Está claro que se prepararam para isso”, afirma Ticiana.

Adaptação brasileira

A expectativa de audiência é pelo menos manter a audiência conquistada nas noites de sábado, em torno de sete pontos de média no Ibope. Para isso, o diretor Lucas Gentil, que assume pela primeira vez o formato, aposta na dinâmicas das provas. “Nas provas criativas exploramos muito a memória afetiva, como cheiros, gostos da infância, e também propomos recriar clássicos”, diz.

Os competidores enfrentam dois tipos de desafio: técnico (todos devem preparar a mesma receita) e criativo (com liberdade individual). O participante que tiver o pior desempenho é eliminado e o que se sair melhor ganha o avental azul, tornando-se o mestre confeiteiro da semana.

Gabriel Gabe/SBT

Ticiana descarta desgaste de imagem: "Chato é ficar fora do vídeo"

Participantes da nova temporada do “Bake Off Brasil – Mão na Massa”

Versão brasileira do britânico “The Great Bake Off”, formato de sucesso da BBC que já está na sexta temporada na Inglaterra, o “Bake Off” terá como outra novidade receitas salgadas, mas o principal continua sendo os doces.

Apesar de ser um formato importado, o diretor diz que há total liberdade para se criar provas – e não apenas adaptar o que já existe lá fora. “O programa tem que ter uma cara nacional, então trouxemos receitas regionais e do imaginário brasileiro. Tem participante que se identifica mais com receita estrangeira, o que é legal também”, conta Gentil.

O vencedor do programa terá um livro de receitas publicado pela editora On Line. Além do SBT, o programa também será exibido, às terças, no Discovery Home & Health, às 20h30, a partir do dia 24 de maio.

|

Comentários no Facebook