TOPO

Ratinho critica Lei Rouanet e diz que “artistas gostam de mamar numa teta”

por Redação / Publicado em quarta-feira, 25 maio 2016 17:40 PM / / 184 views
  • Reprodução/TV Globo
    Ratinho critica Lei Rouanet e diz que "artistas gostam de mamar numa teta"
    Ratinho critica Lei Rouanet e diz que “artistas gostam de mamar numa teta”

     

Ratinho criticou a Lei Rouanet, principal mecanismo de fomento a atividades culturais do país, e disse que “alguns artistas gostam de mamar numa teta” durante o seu programa, no SBT, nesta quarta-feira (24). O apresentador citou nomes de artistas, que, segundo ele, teriam recorrido ao governo federal através da Lei para executar projetos profissionais.

“Não vou falar sobre todos, mas tem alguns artistas que gostam de mamar numa teta”, disse ele. “Mas só para você ter uma ideia, o DVD do MC Guimê, foram lá e pediram R$ 516 mil; Turnê do Luan Santana ‘Nosso Tempo é Hoje’, R$ 4,1 milhões. Luan Santana é sacanagem, você não cobra ingressos? Se você cobra ingressos, você não pode pegar dinheiro do governo, isso é uma baita de uma sacanagem”, decretou Ratinho. Irritado, o apresentador prosseguiu com o desabafo. “A dona Claudia Leitte também pediu R$ 5,8 milhões”.

Ratinho deixou claro que não sabe se os projetos foram aprovados pelo Ministério  da Cultura, mas afirmou que, “se enchessem o seu saco”, iria mostrar em seu programa os projetos que receberam o o.k. do governo. “Eu fico pé da vida porque, toda a vez que vamos comprar uma latinha de óleo, estaremos pagando impostos para essa po

Nascido em Águas de Lindoia (SP), Carlos Massa ficou conhecido no Brasil após se tornar apresentador de programas policiais na televisão, com o apelido de Ratinho, primeiro na rede CNT no começo da década de 1990, depois na Record e no SBT. É apresentador na emissora de Silvio Santos há mais de uma década.

Apelidado nos anos 90 como o “rei da baixaria na televisão”, Ratinho adotou o formato de um programa mais “light” a partir de meados dos anos 2000, após críticas da imprensa especializada.

Além da carreira na televisão, Ratinho é dono de um grupo de empresas, que lhe conferiram uma das maiores fortunas da TV brasileira. Ele também foi vereador em Jandaia do Sul (PR) e Curitiba entre as décadas de 1970 e 1980.

|

Comentários no Facebook