TOPO

ONG salienta a necessidade de personagens gays no oitavo “Star Wars”

por Bibi Toledo / Publicado em terça-feira, 03 maio 2016 11:12 AM / / 707 views
  • Divulgação/Lucasfilm

    ONG salienta a necessidade de personagens gays no oitavo "Star Wars"Cena de Star Wars no deserto

A ONG norte-americana GLAAD (em português: Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação) afirmou em novo relatório a necessidade de personagens LGBTs na franquia “Star Wars”.

Segundo o estudo, a Disney, dona da produtora LucasFilm, foi, ao lado da Paramount, os únicos estúdios a não apresentarem personagens gays ou lésbicas em nenhum filme do ano passado.

“Como projetos sci-fi têm a oportunidade de criar mundos novos cujas sociedades evoluídas podem servir de parâmetro para a nossa, o lugar mais óbvio em que a Disney poderia incluir personagens LGBTs seria o oitavo filme da franquia ‘Star Wars'”, apresentou a GLAAD.”‘Star Wars: O Despertar da Força’ introduziu um novo e diversificado trio central, permitindo a criação de novas histórias”, completou.

Questões relacionadas à diversidade no cinema foram ferozmente debatidas durante o Oscar, onde nenhum negro foi indicado para os prêmios. Segundo o GLAAD, dos 126 grandes lançamentos do ano passado, apenas 22 apresentavam algum personagem LGBT, mesma porcentagem de 2014. Entre os que apresentavam, 77% eram gays homens, enquanto 23% eram lésbicas e apenas 9%, bissexuais.

O diretor do sétimo filme da franquia de Han Solo e companhia admitiu que o novo filme da série terá personagens gays. “Quando eu falo de inclusão não é excluindo personagens gays. É justamente sobre inclusão”, disse J.J Abrams.

“Star Wars: Episódio VIII” deve chegar aos cinemas em dezembro do ano que vem. Rian Johnson vai ser o encarregado da direção e do roteiro da nova produção, enquanto Abrams ficará responsável pela produção. A produção já começou a ser rodada em Londres

Bilhões nas estrelas

Lançado no fim de dezembro de 2015, “Star Wars – O Despertar da Força” bateu a marca de US$ 2 bilhões (R$ 7,82 bilhões) arrecadados nas bilheterias de todo o mundo, confirmou a Disney em fevereiro deste ano.

O filme é o terceiro da história a atingir esse número, junto com “Titanic” (US$ 2,19 bi) e “Avatar” (US$ 2,79 bi).

“Este é um momento histórico para ‘Star Wars’, para a Lucasfilm e para a Disney, e todos nós estamos extremamente satisfeitos por fazer parte desta jornada com os fãs de todo o mundo que fizeram ‘Star Wars: O Despertar da Força’ um sucesso tão extraordinário”, disse o presidente da Disney, Alan Horn, em comunicado.

|

Comentários no Facebook