“Não vou esquecer dessas imagens nunca mais”, diz Ana Hickmann sobre ataque

Ana Hickmann contou, pela primeira vez, detalhes dos minutos de terror que passou ao ser mantida refém por um homem em um hotel de luxo, em Belo Horizonte (MG), neste sábado (21). A apresentadora, o cunhado e a assessora foram vítimas de uma tentativa de homicídio praticada por Rodrigo Augusto de Pádua, 30,  que se dizia fã de Ana Hickmann.

por

22mai2016--ana-hickmann-1463957519394_615x470

Ana Hickmann contou, pela primeira vez, detalhes dos minutos de terror que passou ao ser mantida refém por um homem em um hotel de luxo, em Belo Horizonte (MG), neste sábado (21). A apresentadora, o cunhado e a assessora foram vítimas de uma tentativa de homicídio praticada por Rodrigo Augusto de Pádua, 30,  que se dizia fã de Ana Hickmann.

“É difícil de acreditar que aquela imagem, aquela cena, aqueles tiros, aconteceram. Parece cena de filme de terror. Não vou esquecer dessas imagens nunca mais. Ele puxou o gatilho e eu perdi o controle do meu corpo”, narrou Hickmann em entrevista ao “Domingo Espetacular”, da Record.

Ana Hickmann sofreu uma tentativa de homicídio na tarde deste sábado, em um hotel de luxo na capital mineira. O atirador abordou primeiro o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo, no corredor, e o levou até o quarto. O suposto fã fez a apresentadora, o cunhado e sua mulher, a assessora de Ana, Giovana Oliveira, de reféns e obrigou os três a se sentarem de costas para ele.

“Não vou atirar em você agora. Eu quero que vocês sentem (…) Você é uma mentira, duvidou do amor que eu tinha por você”, gritou o atirador para Ana Hickmann, em áudio gravado pelo cabeleireiro da apresentadora, que se escondeu atrás da porta, no corredor do hotel.

Em seguida, o indivíduo começou a destratar a vítima com palavras pejorativas e de baixo calão. “Eu não vou matar ninguém. Eu sou um ser humano, cretina, eu sou um ser humano”, afirmou.

O cunhado, Gustavo, levantou-se e foi em direção ao criminoso, Rodrigo, que efetuou dois disparos em direção da vítima, Ana Hickmann, informou o Boletim de Ocorrência. Dois tiros atingiram Giovana.

Segundo o boletim de ocorrência, “as vítimas saíram correndo do apartamento, e Gustavo entrou em luta corporal, conseguindo desarmar o agressor”.

Ana Hickmann prestou depoimento no 22º Batalhão da Polícia Militar, em Belo Horizonte, e deixou o local bastante abalada já no começo da madrugada deste domingo. Já Giovana foi levada para o hospital, passou por um procedimento cirúrgico, e não corre risco de morte.

Perfil do atirador

Morador de Juiz de Fora, Rodrigo Augusto vendeu vendeu alguns pertences nos últimos dias com o objetivo de conseguir de dinheiro para viajar para Belo Horizonte. Ele chegou à capital mineira na sexta e se hospedou no mesmo hotel onde estava a apresentadora.

“Eles mataram o meu irmão. Ele vivia dentro de casa, mas era uma pessoa muito boa”, disse Helisson Augusto, irmão do atirador. “Nós descobrimos somente agora que ele era fã dela, há pouco tempo. Descobrimos pelo Instagram, pelas mensagens que estava mandando para ela”, completou, em seguida.

Irmão agradecido

O empresário Alexandre Corrêa, marido da apresentadora Ana Hickmann, agradeceu ao irmão por ter reagido contra o homem que rendeu a família em um hotel em Belo Horizonte no último sábado. “Reza a regra da vida que todo irmão mais velho é o herói do mais novo. Errado, meu irmão é o meu herói. Guto, eu te amo”, escreveu Alexandre.

Comunicado

A Record enviou um comunicado à imprensa, no qual se solidariza com a apresentadora Ana Hickmann.

“Neste sábado, dia 21/05, a apresentadora do programa ‘Hoje em Dia’, Ana Hickmann, foi vítima de um atentado em um hotel de Belo Horizonte . Um homem armado conseguiu entrar no quarto em que ela estava hospedada e efetuou disparos. Ana não foi atingida. Os tiros atingiram a cunhada de Ana, Giovana Oliveira, que foi socorrida e levada para um hospital da capital mineira.

Ana Hickmann e seu cunhado, Gustavo Corrêa, estão bem.”

Repercussão

Eliana abriu o seu programa, no SBT, neste domingo (22), prestando apoio e solidariedade à colega Ana Hickmann, vítima de um ataque homicida na tarde deste sábado, em Belo Horizonte (MG).

A apresentadora do SBT disse que “quem é fã de verdade não mata” e que “só Deus mesmo para entender a mente humana”.

“Só Deus mesmo para entender a mente humana. Como explicar essa linha que divide o amor, o ódio, a admiração e a loucura? A mesma mente humana, que é a capaz de nos surpreender e nos emocionar, é também capaz de nos chocar com tamanha frieza e perversidade. Não devemos julgar, mas, com certeza, é difícil de compreendermos esses atos. É importante ressaltar neste momento que quem é fã de verdade não mata”, discursou ela na abertura do seu programa. “Só posso desejar à família da Ana paz e que o amor sempre vença e nos proteja da ira e da maldade alheia”, finalizou.

Outros colegas da modelo e apresentadora, como Geraldo Luís, Celso Portiolli e Christina Rocha, também enviaram mensagens de apoio ao longo do dia.

 

Você também vai curtir