TOPO

João Kleber diz que perdeu lugar para Faustão na Globo após decisão de Boni

por Redação / Publicado em quarta-feira, 04 maio 2016 11:17 AM / / 304 views
  • Reprodução/Instagram/joaoklebersoueu

    João Kleber diz que perdeu lugar para Faustão na Globo após decisão de BoniJoão Kleber deixa o “Você na TV” para apresentar o “JK Show” nas noites de domingo da RedeTV!

Depois de apresentar pegadinhas, testar a fidelidade de casais e trazer a público segredos que iam do ridículo ao nonsense, João Kleber terá o seu próprio show de calouros, ou de talentos, como ele prefere chamar, em novo programa irá ao ar nas noites de domingo, após o “Encrenca”, a partir do dia 22 de maio.

O apresentador, que comandou o “Cassino do Chacrinha” no final da década de 1980, substituindo o velho guerreiro que passava por problemas de saúde, define seu novo programa, “JK Show”, como a realização de um sonho e revela que chegou a propor algo parecido quando estava na Globo.

“Eu e o César Filho fizemos, cada um com seu estilo, pilotos para estrear um programa aos domingos, na Globo, com direção de Leleco Barbosa [filho do Chacrinha]. Mas soube que o Boni queria fazer uma contratação, e que se não desse certo iria decidir quem apresentaria o programa. Ele não queria mais fazer o ‘Cassino’ [depois que o Chacrinha morreu]. Daí a Globo contratou o Faustão e o programa não foi realizado”, afirmou João Kleber na segunda-feira (2), em evento de comemoração pelos 10 anos do “A Tarde É Sua” e do lançamento da nova programação da RedeTV!.  Fausto Silva estreou o “Domingão” em 1989, após fazer sucesso no “Perdidos na Noite” (Band).

Reprodução

João Kleber diz que perdeu lugar para Faustão na Globo após decisão de Boni

João Kleber com Dercy Gonçalves e Chacrinha no “Cassino do Chacrinha”

João Kleber diz que perdeu lugar para Faustão na Globo após decisão de Boni” width=”0″ height=”0″ /> Ele conta que ficou magoado pela recusa da Globo em produzir o programa, mas diz acreditar que agora seja o momento ideal para colocar o projeto em prática. “Eu fiquei chateado, mas não pelo Fausto, que é um irmão. Posteriormente, fui convidado para fazer o ‘Radical Chic’ [1993], antes da Maria Paula, mas não aceitei porque queria fazer um programa de auditório. Talvez agora eu esteja até mais maduro para esse programa”, disse.

O apresentador se lembra que chegou a dividir o camarim com Chacrinha e que guarda até hoje os conselhos recebidos do animador: “Ele me falava, ‘João, não tenha medo de fazer programa popular, mas faça bem. Não tenha medo da crítica, só faça bem’. Ele mesmo foi muito criticado, mas era um homem muito criativo”.

João Kleber espera unir humor com momentos de emoção na nova atração. Ele diz que sua carreira na TV é marcada por ciclos e  que espera poder atingir um público ainda maior com um programa mais leve. “Vai ser para a família inteira! Acabou a fase do ‘Teste de Fidelidade’ e do ‘Você na TV’. São programas que ficaram para a história. Quem sabe esse agora também vai ser mais uma marca, né?”, falou otimista. No “JK Show”, ele terá como jurados Nahim, Ovelha e Íris Stefanelli.

Você na TV: “Não mudava as histórias e me divertia”

Reprodução/RedeTV!

João Kleber diz que perdeu lugar para Faustão na Globo após decisão de Boni

João Kleber revela o drama da mulher cujo namorado invisível sumiu no “Você na TV”

À frente do “Você na TV” desde 2013, João Kleber diz que o programa chegará ao fim nesta semana em virtude do desejo antigo do apresentador, aprovado pela direção da emissora, e não por uma possível escassez de casos curiosos a serem explorados. Ele diz que a produção recebia até duas mil histórias por semana e defendeu-se da fama de que inventava os segredos que eram revelados apenas no final do programa.

“A criatividade era das pessoas e o máximo que a produção pedia era para que elas mudassem o tom. A gente não mudava as histórias. O interessante é que eu me divertia muito. As pessoas achavam que era combinado, mas eu mesmo eu falava para o telespectador: essa história não pode ser verdade. Sobre a mulher do homem invisível, você acha que eu ia levar aquela história a sério? Eu tinha que levar para o humor”, afirmou o apresentador, lembrando-se do drama da mulher que se lamentava pelo sumiço do namorado invisível no programa que foi ao ar no dia 16 de março.

|