Fãs fazem campanha para que protagonista de “Frozen” seja lésbica

A sequência de “Frozen”, que estreia em 2018, pode ter uma protagonista Elsa lésbica. Ao menos essa é vontade de parte dos fãs da história, que até criaram uma campanha no Twitter por meio da hashtag #GiveElsaaGirlfriend ("Dê a Elsa uma namorada").

por

frozen

A sequência de “Frozen”, que estreia em 2018, pode ter uma protagonista Elsa lésbica. Ao menos essa é vontade de parte dos fãs da história, que até criaram uma campanha no Twitter por meio da hashtag #GiveElsaaGirlfriend (“Dê a Elsa uma namorada”).

Postado por um usuário no dia 30 de abril, a mensagem recebeu milhares de curtidas e retweets. A ideia é aumentar a representatividade de minorias nas telas. Conhecido como um dos estúdios mais atentos à causa, a Disney tem entre seus principais animadores, Jonathan Groff, que é assumidamente gay.

A campanha também está relacionada ao fato da faixa “Let it Go”, grande sucesso da trilha sonora do filme, ter ganhado popularidade na comunidade LGBT, tornando-se uma espécie de hino da causa.

Em entrevistas recentes, o diretor de Frozen, Chris Buck, vem sinalizando que a personagem passará por transformações. O novo longa será focado no relacionamento das irmãs Anna e Elsa.

“Vamos abordar questões [no filme sequência] que fazem parte da realidade de vários meninos e meninas, homens e mulheres hoje em dia. Temos noção do que está acontecendo na sociedade”, disse Buck em entrevista ao ao MTV News em agosto do ano passado.

Você também vai curtir