TOPO

“Celebridades não devem dar opinião sobre política”, diz vocalista do Kiss

por Redação / Publicado em sábado, 21 maio 2016 07:38 AM / / 382 views
  • James Cimino/Popzone
    "Celebridades não devem dar opinião sobre política", diz vocalista do Kiss
    Gene Simmons com a filha Sophie

     

Não foi só ao tapete vermelho de Cannes que a crise política brasileira chegou. Há pelo menos uma estrela do rock mundial que está a par do que está acontecendo no Brasil: Gene Simmons, vocalista da banda Kiss, de hits como “Shook me All Night Long”, está acompanhando a novela política em Brasília.

Ele estava presente à abertura da exposição Universo DC, nos estúdios da Warner Brothers em Los Angeles, que abre ao público na próxima terça (24).

Após falar sobre sua paixão por Superman, o roqueiro, que estava acompanhado de sua filha, a belíssima Sophie Simmons, não quis aprofundar muito sobre suas opiniões acerca do Brasil.

“Estou acompanhando sim, mas não importa nem o que eu nem o que outras pessoas pensam. Só acho que todo mundo deveria votar com consciência. Celebridades deveriam apenas calar a boca e não dizer às pessoas como pensar. Repito, celebridades não deveriam dizer às pessoas o que elas acham disso porque as pessoas irão votar para tirá-la [Dilma] ou para mantê-la [no cargo] só porque alguém famoso falou. Não à toa os políticos usam celebridades em suas campanhas”, avaliou.

Mitologia moderna 
Pouco antes de posar para algumas fotos ao lado de duas estátuas em tamanho natural do Batman interpretado por Ben Affleck, Simmons pegou o microfone para discursar. Para ele, os heróis dos quadrinhos são a representação contemporânea dos deus gregos. “Eles tinham seus deuses e os super heróis são os nossos. Essa exposição mostra outra coisa muito importante: o mundo hoje é dos geeks. E vocês todos estão vivendo nele”, brincou.

James Cimino/Popzone

"Celebridades não devem dar opinião sobre política", diz vocalista do Kiss

Gene Simmons ao lado de Batman na abertura da exposição Universo DC, em LA

“O mundo hoje é dos geeks. E vocês todos estão vivendo nele”. 

Gene Simmons, do Kiss

A exposição Universo DC é, na verdade, a evolução de outra exposição que já ocorreu nos mesmos estúdios em 2014, para celebrar os 75º aniversário de Batman. No entanto, desta vez os figurinos, as armas e todos os elementos usados nas filmagens da saga do Cavaleiro das Trevas foram substituídos por elementos das duas produções da DC em parceria com a Warner neste ano: “Batman x Superman” e “Esquadrão Suicida” — este último previsto para estrear 5 de agosto.

Sete banners representando cada herói da Liga da Justiça foram postos na entrada do prédio onde ocorre a exibição. Em um cubo de acrílico, as HQs que trouxeram esses personagens a público pela primeira vez.

Conforme o visitante passeia pelo local pode ver detalhes, especialmente das roupas e das armas, de Batman, Superman, Mulher Maravilha. Mas a melhor parte são os personagens do ainda inédito “Esquadrão Suicida”, com destaque para Harley Quinn e o Coringa, interpretado por Jared Letto.

“Desde 1934, a DC Comics construiu um legado de criação dos maiores super-heróis e super-vilões do mundo”, disse o diretor executivo da Warner Bros. Studio Tour de Hollywood, Danny Kahn. “A exposição ‘Universo DC’ dá ao público a oportunidade de explorar o mundo desses personagens a partir de sua primeira aparição nas HQs até os nossos mais recentes longa-metragens.”

Quem quiser visitar a exposição, deve procurar a Warner Bros. Studio Tour Hollywood, cujos ingressos custam US$ 65. Segundo os organizadores da tour, o Brasil é seu quarto maior público.

|