Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

Ethan e Joel Coen ganharam fama em Hollywood no fim dos anos 80 com “Arizona Nunca Mais”: um roteiro maluco de um casal (Nicolas Cage e Holly Hunter) que decide roubar um bebê por não conseguir ter filhos nem adotar uma criança.

por

Ethan e Joel Coen ganharam fama em Hollywood no fim dos anos 80 com “Arizona Nunca Mais”: um roteiro maluco de um casal (Nicolas Cage e Holly Hunter) que decide roubar um bebê por não conseguir ter filhos nem adotar uma criança.

Sempre pautado no humor negro e em tramas cheias de reviravoltas, os irmãos dividem constantemente a direção e escrevem em duas mãos as histórias.

“Ave, César”, lançado nesta quinta-feira (14), funciona como toda produção da dupla: estrelas de blockbuster, comédia de erros e divertimento garantido.

A nova produção se passa nos anos 50, época dourada do cinema norte-americano. O segurança das estrelas (Joh Brolin) acaba tendo um dia agitado quando uma das principais estrelas, Baird Whitlock (George Clooney), é sequestrado durante as filmagens.

Entre tantos sucessos, relembre mais clássicos dos irmãos Coen que sempre serão marcantes pelos roteiros cômicos, muitas vezes confusos, e criativos.

– Fargo (1996)

Reprodução

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

Lundegaard (William H. Macy), um vendedor de carros, precisa de dinheiro. E para conseguir alguns milhares de dólares, ele tem um plano: encomendar o sequestro da mulher para pedir o dinheiro do resgate ao sogro, que sempre nadou na grana.

Enquanto isso, Lundergaard continua tentando, mais uma vez, vender um terreno abandonado para o sogro por US$ 750 mil.

Para a surpresa do vendedor, o ricaço, que também é dono da loja de carros em que o genro trabalha, finalmente aceita a proposta. Lundergaard então tenta desesperadamente cancelar o plano de sequestrar a mulher, mas é tarde.

Enquanto isso, a dupla de criminosos já cumpriu o acordo e dirige tranquila pela estrada até que um assassinato acontece, obrigando a policial Marge Gunderson (Frances McDormand, vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo papel), grávida de 7 meses, a entrar no caso.

– E Aí, Meu Irmão, Cadê Você? (2000)

Divulgação

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

O filme conta a louca história dos amigos Everett (George Clooney), Pete (John Turturro) e Delmar (Tim Blake Nelson), que acabam escapando da prisão e se aventuram pelo Mississipi (EUA) para tentar retornar aos seus lares.

Passando por vários contos populares e lendas sulistas norte-americanas, ora o trio é assaltado, ora é transformado por sereias e outra vezes ainda encontra um garoto que afirma que vendeu a alma ao diabo para poder tocar violão como ninguém.

Com uma trilha sonora espetacular que homenageia clássicos da música popular dos Estados Unidos, os irmãos Coen selecionaram um time de primeira, que conta com Alison Kraus, Norman Blake e Ralph Stanlay para regravar as canções.

– O Grande Lebowski (1998)

Jeff “The Dude” Lebowski (Jeff Bridges) é um hippie tranquilo, que adora jogar boliche com seus amigos e de tomar o drink white russian sempre que pode.

Divulgação

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

Até que em uma noite, o personagem tem a casa invadida por dois ladrões, que pedem o dinheiro que a mulher de Jeffrey Lebowski deve para um tal de Jackie Threehorn. Ao perceberem o engano, a dupla urina no tapete do Dude antes de ir embora.

Após conversar com os amigos no boliche, Lebowski decide visitar seu homônimo, um velhinho em uma cadeira de rodas, para ser recompensado de toda essa confusão.

Além de roubar um tapete do idoso, Lebowski acaba encontrando com a mulher do seu xará, a responsável pela confusão toda. Acontece que mais confusão vem na sequência.

– Queime Depois de Ler (2008)

Divulgação

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

Por problemas com a bebida, um analista da CIA (John Malkovitch) pede demissão e decide escrever uma biografia. Quando sua mulher (Tilda Swinton) descobre, vê a oportunidade perfeita para pedir o divórcio e continuar o relacionamento com o amante.

Ouvindo o conselho de um advogado, a mulher entra no computador do marido e faz uma cópia de inúmeros dados sigilosos da segurança dos Estados Unidos, gravando tudo em um CD.

Entretanto, em uma ida à academia, o disco é esquecido no vestiário. O personal trainer Chad Feldheimer (Brad Pitt) e a colega Linda Litzke (Frances McDormand) acabam achando o objeto e logo pensam em uma forma de tirar proveito da situação.

– Onde Os Fracos Não Tem Vez (2007)

Reprodução

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

Vencedor do Oscar de Melhor Filme, o enredo da produção apresenta Llewelyn Moss (josh Brolin), que encontra uma pasta com US$ 2 milhões após um tiroteio entre gangues rivais.

Experiente, ele manda a mulher para a casa da mãe e planeja uma forma de assegurar o dinheiro. Entretanto, um assassino (Javier Bardem), munido de uma das armas mais marcantes do cinema, também está em busca desse valioso prêmio.

Diferente dos outros longas dos irmãos Coen, “Onde os Fracos Não Tem Vez” é um drama angustiante, com personagens e cenas fantásticas.

– Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum

Divulgação

Sequestros, lendas e traições: relembre enredos malucos dos irmãos Coen

A cinzenta e tragicômica história do cantor de folk, interpretado por Oscar Isaac, apresenta uma sucessão de erros e de má sorte que o músico enfrenta.

O filme já começa com o cantor tomando uma surra. Como não tem casa, fica pingando e pedindo favores para os amigos, tentando arranjar um sofá em cada canto.

A produção mostra como é difícil a trajetória do músico profissional. Na trilha sonora, Justin Timberlake, Marcus Mumford e o próprio Oscar Isaac fazem bonito no folk da década de 60. E, claro, ainda tem Bob Dylan.

 

Você também vai curtir