TOPO

Documentário brasileiro sobre o Cinema Novo é selecionado para Cannes

por Bibi Toledo / Publicado em quarta-feira, 20 abr 2016 17:40 PM / / 392 views

cena-do-documentario-cinema-novo-de-eryk-rocha-1461167511718_615x300
Mais uma produção brasileira foi selecionada para a programação do Festival de Cannes 2016. O documentário “Cinema Novo”, de Eryk Rocha (“Campo de Jogo”) será apresentado na mostra Cannes Classics, dedicada a filmes clássicos e à preservação da memória e do patrimônio cinematográfico mundial.

“Cinema Novo” investiga o movimento cinematográfico brasileiro, formado nos anos 1950 sob influência do Neo-realismo italiano e da Nouvelle Vague francesa, por meio do pensamento de alguns de seus principais autores, como Nelson Pereira do Santos, Glauber Rocha, Leon Hirszman, Joaquim Pedro de Andrade, Ruy Guerra, Cacá Diegues, Walter Lima Jr e Paulo César Saraceni.

O filme concorre ao prêmio L’Oeil d’Or (Olho de Ouro), entregue ao melhor documentário do festival a partir dos selecionados em todas as mostras. O júri deste ano conta com a participação do crítico brasileiro Amir Labaki, diretor do Festival É Tudo Verdade.

A Cannes Classic conta ainda com a exibição de cópias restauradas de diversos filmes, incluindo os vencedores do festival há 50 anos, “Confusões à Italiana”, de Pietro Germi, e “Um Homem, Uma Mulher”, de Claude Lelouch. Além do filme de Rocha, há ainda outros nove documentários sobre cinema na programação.

O Festival de Cannes 2016 será realizado na cidade francesa, de 11 a 22 de maio. Outras quatro produções brasileiras foram selecionados para Cannes: “Aquarius”, de Kléber Mendonça Filho, concorrendo à Palma de Ouro na seleção oficial, e os curtas “A Moça que Dançou com o Diabo” (seleção oficial), “Abigail” (Quinzena dos Realizadores) e “Delírio é a Redenção dos Aflitos” (Semana da Crítica).

|