Brita Brazil diz que recebeu carta psicografada do filho Rian

Brita Brazil compartilhou com seus amigos e seguidores no Facebook uma carta psicografada atribuída ao filho, Rian Brito, morto aos 25 anos, em fevereiro deste ano. 

por

britaBrita Brazil compartilhou com seus amigos e seguidores no Facebook uma carta psicografada atribuída ao filho, Rian Brito, morto aos 25 anos, em fevereiro deste ano.

No texto, o neto de Chico Anysio encoraja a mãe a continuar na luta pela conscientização sobre o uso da Ayahuasca, mas não dá detalhes sobre as circunstâncias de sua morte. Ele diz que está bem,manda lembranças à madrasta e às irmãs e pede perdão ao pai, Nizo Neto, pelo sofrimento que causou. No fim, ele se despede dizendo que está com o avô.
Leia a carta na íntegra:
“Minha mãe Márcia, de CPF 237…, e de telefone (21) 99… Sou o seu filho vivo, perplexo pela nova realidade, mas feliz por constatar que muito do que já pensava é real. Mãe, continue sua luta sem medo. Pois a discussão tem feito muitas pessoas pensarem, mas também não se iluda, mãe amada, toda proibição estimula.
Peço que continue, aprimore e transceda nesta proposta de conscientização. Mas sempre lembrando que ao pedir para proibir, se aceito esse pedido, muitos vão usar a Ayahuasca, pelo próprio fato de ser proibido.
Sobre as calúnias, desconsidere. Você sabe como sou e tudo que fazia e pensava. Não ligue para os caluniadores, ligue para o que eu sinto por você.
Dê meu abraço no meu pai, na Tatiana, na Sophia, na Isabela. Fala para a Ramona que o Roberto está bem.
A todos que oram por mim, eu agradeço, sinceramente. Mas estou muito bem.
Hoje não vim esclarecer detalhes, mas vim abraçar a minha mãe que tanto me ensinou e me ajudou, em tantas horas. Pai, sinta meu abraço de gratidão. E me perdoe se te fiz sofrer em algum momento.
Deixo minha gratidão e certeza que todos entenderão no tempo certo, que não precisamos de elementos externos para sentirmos nosso eu-maior. Mas sim, meditando, orando e transformando nossas escolhas.
Obrigado, e até logo! Rian Brito.
Obs. Comigo hoje está meu avô!”

Você também vai curtir