Wagner Barreto vence a primeira temporada de “The Voice Kids”, da Globo

Após quase três meses de audições, Wagner Barreto foi anunciado neste domingo (27) o vencedor da primeira temporada de "The Voice Kids", reality show da Globo. O cantor mirim de Porto Rico (PR) superou as rivais Rafa Gomes e Pérola Crepaldi.

por

wagner-destaque

Após quase três meses de audições, Wagner Barreto foi anunciado neste domingo (27) o vencedor da primeira temporada de “The Voice Kids”, reality show da Globo. O cantor mirim de Porto Rico (PR) superou as rivais Rafa Gomes e Pérola Crepaldi.

Durante a competição, os três foram elogiados pelos jurados Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e Victor e Léo pela maturidade e, principalmente, o talento musical. Os profissionais ressaltaram que ambos se comportaram como crianças, mas que cantavam como gente grande.

Pouco antes de anunciar o resultado, o apresentador Tiago Leifert pediu licença a Pedro Bial e leu uma carta para os finalistas.

A Globo estreou o “The Voice Kids” com um painel de jurados diferente da versão com adultos. Com exceção de Carlinhos Brown, todos os demais – Ivete Sangalo e a dupla sertaneja Victor & Leo – participam pela primeira vez da competição musical.

A competição começou com 24 vozes para cada uma das três equipes, totalizando 72 cantores e cantoras mirins entre 9 e 15 anos. O vencedor levará R$ 250 mil e gravará um álbum. Vindos de diversas regiões do País, os aspirantes ao estrelato da música nacional cantaram ao longo de três meses de competição ritmos como o sertanejo, pop, MPB, em português e em inglês.

 

Enquete do Popzone

Wagner Barreto foi apontado por internautas como o favorito ao título no “The Voice Kids”. Foram quase 12 mil votos em menos de dois dias de enquete do portal.

Celebridades no Paraná

Às vésperas da grande final do reality show “The Voice Kids”, da Globo, os três concorrentes mirins se tornaram celebridades instantâneas em suas respectivas cidades, ambas localizadas no Estado do Paraná.

Rafa Gomes, de Curitiba, Pérola Crepaldi, de Apucarana, e Wagner Barreto, de Porto Rico, relataram nesta semana o assédio e as dificuldades que estão enfrentando, após o sucesso meteórico ao participarem do programa da Globo.

“Eu não consigo andar de bicicleta ou ir à padaria comprar pão”, disse Wagner, em entrevista exibida pela RPC, afiliada da Globo no Estado. “O pior de tudo foi quando apareci no primeiro programa, tipo, cheguei no colégio e era uma loucura”, contou Rafa. Mesmo com as dificuldades, os três parecem gostar da experiência da fama. “As pessoas estão pedindo mais fotos e selfies. É muito legal”, avaliou Pérola, que foi cortejada por alunos e professores de sua escola.

Você também vai curtir