TOPO

Semana do Grammy: Por que “Sound & Color” do Alabama Shakes merece ser o “Álbum do Ano”?

por Marta Lima / Publicado em quarta-feira, 10 fev 2016 19:12 PM / / 134 views

Alabama Shakes
Sound & Colour

Dando sequência à série de matérias especiais sobre os indicados na categoria de álbum do ano do Grammy, hoje falamos sobre “Sound & Color” dos Alabama Shakes.

As chances da banda liderada pela cantora e guitarrista Brittany Howard se darem bem na festa do próximo dia 15, em tese, são boas. A começar pelo próprio perfil da banda: um grupo relativamente novo (este é o segundo trabalho deles) e que vende bem, mas não de maneira exagerada – “Sound…” está com pouco menos de 800 mil cópias comercializadas).

Os Alabama Shakes também têm a seu favor, o carinho dos críticos (o trabalho entrou em várias listas de melhores discos de 2015), a fama de serem uma banda “de verdade”, daquelas que começaram de baixo e tiveram que dar duro em cima dos palcos para chegarem no atual patamar.

Ouça “Sound & Color

Alabama Shakes

Mais importante ainda, o trabalho não é uma mera cópia do disco de estreia deles, lançado em 2012.

A soul music, o R&B dos anos 60 e o rock de raiz ainda são base do som deles, mas o grupo avançou em suas influências – do proto-punk do MC5 ao shoegaze britânico dos anos 90, eles andaram ouvindo muita coisa diferente, e isso se faz notar no resultado final.

O grande empecilho para a vitória deles está na concorrência, que este ano é bem forte – com Taylor Swift e Kendrick Lamar tendo as maiores chances de vitória. Basta dizer que as casas de apostas de Las Vegas estão pagando pagar 25 dólares para cada um apostado na banda, o que os coloca como os azarões da noite.

Alabama Shakes

Por outro lado, as mesmas casas dão como certa a vitória deles em outra importante categoria: a de melhor álbum alternativo – onde disputam com Wilco, Björk, My Morning Jacket e, outros fortes concorrentes, o Tame Impala. Ou seja, tudo leva a crer, que eles não irão deixar a festa de mãos vazias.

Sound & Color” ainda foi indicado para duas categorias técnicas – melhor produtor e engenharia de som – e seu principal single, “Don’t Wanna Fight“, concorre em melhor canção de rock e performance de rock.

No final, independente dele sair ou não vitorioso da premiação, “Sound & Color” é um disco que deve ser ouvido por quem tem interesse pelo rock moderno.

Ouça “Don’t Wanna Fight

Curta o som dos Alabama Shakes aqui no Popzone!

|

Comentários no Facebook