Clarice Falcão, Simple Plan e Mavis Staples estão nos “Lançamentos da Semana”

por


Clarice FalcãoProblema Meu

Clarice Falcão
Problema Meu

Esse é o segundo álbum de Clarice, e o primeiro lançado depois dela ter abandonado o grupo humorístico “Porta dos Fundos” para se dedicar à carreira musical.

Problema Meu“, avança em relação ao álbum de estreia (“Monomania” de 2013) ainda que mantenha o tom folk/pop simples que lhe garantiu um bom espaço em nosso cenário pop.

A diferença está na maturidade presente em suas faixas – ainda que ela esteja disfarçada nas letras repletas de ironias da autora.

Clarice Falcão

O disco deixa claro que em suas cantigas confessionais, Falcão usa o humor como forma de expressar sentimentos mais profundos e rebater seus críticos e desafetos (vide a autodepreciativa “Clarice“).

Musicalmente o álbum mostra que a artista está evoluindo. Aqui os méritos também devem ser endereçados ao sempre competente Kassin, e aos arranjadores Rodrigo Continentino (autor de um dos melhores discos nacionais do ano passado) e do irlandês Sean O’Hagan (líder do excelente High Llamas).

Problema Meu” tem várias canções irresistíveis (“Como é Que Eu Vou Dizer Que Acabou“, o single “Irônico” e a triste e forte “Vagabunda” são as que mais chamam a atenção em um primeiro momento) e certamente irá agradar os fãs. Ao mesmo tempo ele tem potencial para cativar novos ouvintes e até fazer com que antigos detratores revejam sua opinião sobre a artista.

Ouça “Irônico” com Clarice Falcão presente no álbum “Problema Meu


Simple PlanTaking One For The Team

Simple Plan
Taking One For The Team

Existem bandas que sentem a necessidade constante de se reinventar e abrir novos horizontes, enquanto outras se sentem felizes em trilhar um mesmo caminho seguro que lhes seja confortável.

O Simple Plan faz parte deste segundo grupo e não vê o menor problema nisso (“Estou fazendo as coisas exatamente como eu quero/Qual a parte disso você ainda não entendeu?” diz a faixa de abertura “Opinion Overload“). Desta forma a apreciação deste disco, dependerá do quanto você gosta deles.

Simple Plan

Quem sempre gostou do punk pop bem humorado da banda, provavelmente vai curtir o quinto álbum dos canadenses – um trabalho simples e direto, com canções bem construídas e refrãos feitos para se cantar junto com muito “oh oh oh”.

Já quem nunca ligou para o quinteto, ou deixou de ouvi-los em algum ponto da década passada provavelmente não irá mudar de opinião com “Taking One For The Team“, ainda que o trabalho tenha momentos de inegável apelo, como uma rápida audição pode confirmar.

Ouça “Opinion Overload” com o Simple Plan do álbum “Taking One For The Team


Mavis StaplesLivin’ On A High Note

Mavis Staples
Livin’ On A High Note

Uma verdadeira lenda da música americana, aos 76 anos Mavis Staples é uma das últimas sobreviventes da era de ouro da soul music e segue gravando e se apresentando com regularidade e, melhor, cantando maravilhosamente bem.

Neste disco a cantora que fez parte do lendário Staple Singers dá voz à canções escritas especialmente para ela por gente como Nick Cave, Justin Vernon (Bon Iver), Ben Harper, M. Ward, Neko Case e Aloe Blacc. A boa notícia é que, apesar de todos esses nomes, Mavis ainda é a grande estrela aqui.

Mavis Staples

Afinal esse tipo de projeto pode facilmente se tornar um monstro em que a estrela principal se torna coadjuvante. Isso é evitado pela produção simples e os músicos presentes que dão uniformidade ao material.

Esse álbum é recomendado não só para os fãs da música soul, mas também para quem escuta artistas contemporâneos que também bebem desta fonte como Adele e a turma do novo R&B. Para esses, a dica é irem mais fundo e conhecerem também os trabalhos anteriores dela. É ouvir e se emocionar.

Ouça “Take Us Back” com Mavis Staples presente no álbum “Livin’ On A High Note

Fonte: Popzone

Você também vai curtir