TOPO

Ex-chacrete culpa Faustão por saída da Globo após promessa não cumprida

por Redação / Publicado em segunda-feira, 25 jan 2016 15:11 PM / / 532 views
  • Marcos Ribas/Brazil News

    Ex-chacrete culpa Faustão por saída da Globo após promessa não cumpridaEx-chacrete culpa Faustão por saída da Globo após promessa não cumprida

Fátima Boa Viagem, símbolo sexual e ex-assistente de palco de Chacrinha nos anos 70 e 80, culpou Fausto Silva pela saída das chacretes da Globo, após uma promessa não cumprida pelo apresentador.

Em entrevista ao “Domingo Show”, da Record, a ex-dançarina contou que Faustão havia sido contratado pela Globo para ocupar o espaço deixado por Chacrinha, que faleceu em 1988. Na época, o apresentador teria prometido reaproveitar as chacretes em seu novo programa.

“Quando o Chacrinha morreu, o Faustão veio para a Globo. Ele falou que iria aproveitar as chacretes, mas como na época estavam entrando aquelas academias de aeróbica, ele dispensou a gente e ficou com as academias”, disse ela.

Fátima Boa Viagem contou que trabalhou por cerca de 10 anos ao lado de Chacrinha e que namorou até mesmo o filho do comunicador. A ex-chacrete foi considerada um símbolo sexual e posou nua para uma revista masculina. Aos 62 anos, Fátima trabalha atualmente em uma padaria no interior do Estado do Rio, ganha pouco mais de R$ 900, e toma remédios contra depressão. “[A fama] é pura ilusão”, avaliou.

Ela foi uma espécie de braço-direito do comunicador e radialista Abelardo Barbosa de Medeiros, também conhecido como Chacrinha (1917-1988), considerado um dos apresentadores mais consagrados da televisão brasileira. Chacrinha ficou conhecido nacionalmente sob o comando de programas com a marca popularesca, esbanjando humor, abacaxi e bacalhau, e rodeado de belas bailarinas.

Em seu programa, Chacrinha misturava show de calouros com concursos, e os candidatos se apresentam para uma plateia célebre, com nomes como Elke Maravilha, Edson Santana e jurados convidados, como os atores Tarcísio Meira, Glória Menezes e Vera Fischer. Chacrinha morreu aos 70 anos, em 1988, vítima de infarto do miocárdio, insuficiência respiratória e carcinoma pulmonar – um tumor canceroso.

|