Acusado na Justiça, Cosby negocia acordo em outro caso de abuso, diz site

Divulgação/Condado de Montgomery CountyBill Cosby foi fichado na última quarta-feira Enquanto a primeira acusação criminal contra Bill Cosby foi feita pela Justiça norte-americana na última quarta-feira (30), o ator e comediante está prestes a fazer um acordo com outra mulher que abriu contra ele um processo civil – e isso pode prejudicar o primeiro caso.

por
  • Divulgação/Condado de Montgomery County

    Acusado na Justiça, Cosby negocia acordo em outro caso de abuso, diz siteBill Cosby foi fichado na última quarta-feira

Enquanto a primeira acusação criminal contra Bill Cosby foi feita pela Justiça norte-americana na última quarta-feira (30), o ator e comediante está prestes a fazer um acordo com outra mulher que abriu contra ele um processo civil – e isso pode prejudicar o primeiro caso.

De acordo com as informações do site especializado TMZ, Chloe Goins entrou em Outubro com um processo contra Cosby acusando-o de ter abusado sexualmente dela após droga-la na mansão Playboy, em 2008. Porém, desde então não houve mais movimentações na ação – e se Cosby não foi intimado, é provável que o caso seja dispensado.

Segundo fontes do site, o motivo para a falta de prosseguimento no processo é a negociação de um acordo entre Goins e Cosby. O acordo pode prejudicar o caso criminal que foi aberto contra Cosby, principalmente se o artista colocar uma cláusula de confidencialidade a ser assinada por Goins.

Atualmente, a promotoria de Los Angeles está revisando o caso de Chloe Groins para determinar se o comediante deve ser processado, e há grande possibilidade que de a Justiça faça uma acusação formal contra Cosby.

Detenção

Bill Cosby, 78, foi detido nesta quarta-feira, no condado de Montgomery, na Pensilvânia, após ser formalmente acusado de abusar sexualmente de uma mulher doze anos atrás. O comediante foi liberado após entregar seu passaporte e pagar sua fiança calculada em US$ 1 milhão (cerca de R$ 4 milhões).

A acusação refere-se ao caso de Andrea Constand, que acusou Cosby de drogá-la e colocar as mãos por baixo da calça dela em sua mansão, em janeiro de 2004. Ela estava “congelada, paralisada, impossibilitada de se mover”, disse o procurador-geral-assistente Kevin Steele ao anunciar as acusações, poucos dias antes de o crime prescrever – no estado norte-americano da Pensilvânia, crimes sexuais podem ser denunciados em até 12 anos após sua ocorrência.

Ao chegar no tribunal, na tarde desta quarta, o ator se declarou inocente da acusação. Vestindo um moletom, Cosby foi rapidamente escoltado para evitar a multidão de jornalistas na porta do tribunal. Ele teria concordado em não ter nenhum contato com Andrea.

Este é o primeiro caso criminal envolvendo o artista após anos de denúncias. Se condenado, Cosby pode pegar de cinco a dez anos de prisão e ter de pagar uma multa de US$ 25 mil.

Acusações

Mais de 50 mulheres acusam Bill Cosby de abuso sexual. Uma delas é a atriz Lili Bernard, que atuou no “The Cosby Show”. Ela alega que foi drogada, estuprada e ameaçada enquanto se preparava para atuar no programa. O ator nega todas as acusações.

Em meio às acusações, a carreira artística de Cosby sofreu alguns revezes. A Netflix adiou um especial com o comediante cujo lançamento era para acontecer no ano passado. Já a NBC engavetou o projeto de uma série que estava desenvolvendo para o ator protagonizar.

No início de dezembro, o ator abriu processo contra sete das mulheres, acusando-as de difamação e dizendo que ela são “malvadas, oportunistas, falsas e difamatórias”.

*Com informações da agência Reuters

Você também vai curtir