TOPO

Os Dez Mandamentos – Ator diz ter ficado nervoso com demora para “morrer”

por Redação / Publicado em quarta-feira, 04 nov 2015 17:50 PM / / 632 views

morte

Após muita demora, Amenhotep, filho de Ramsés (Sérgio Marone) e Nefertari (Camila Rodrigues), finalmente morreu em “Os Dez Mandamentos”, uma das cenas mais aguardadas da novela da Record. O jovem foi atingido pela décima praga enviada por Deus, a morte dos primogênitos. Assim como os telespectadores, o ator José Victor Pires, que interpreta Amenhotep, também estava muito ansioso para ver a cena, no ar nesta terça-feira (3).

Em entrevista ao Popzone, o ator de 16 anos admite ter ficado nervoso com a demora para a Record exibir a morte de seu personagem. “Conversando com o pessoal do elenco e fazendo as contas, pensei que morreria no capítulo 148 [veiculado em 19 de outubro]. Chegou o capítulo 151, 152, 153, e eu vivinho, já estava nervoso. Falei: ‘Caraca, não vou morrer e já está chegando a semana de provas'”, relembra.

Por causa do sucesso (o início da décima praga, na última segunda, derrotou a Globo em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), a Record esticou “Os Dez Mandamentos” em mais 20 capítulos. Para isso, criou “barrigas”, ampliou os “flashbacks” e chamou os atores para gravarem cenas adicionais.

José Victor Pires gravou a décima praga em julho, poucas semanas após ter entrado na terceira fase da novela e antes mesmo da exibição da primeira praga. As cenas foram feitas com antecedência para que pudessem receber efeitos especiais nos Estados Unidos.

Na última semana, porém, o ator ficou surpreso por ter sido para mais gravações como Amenhotep, anteriores (quando ele descobre a décima praga) e posteriores à morte (quando será embalsamado). Por causa das novas cenas, o contrato do ator, que terminaria em setembro, foi prolongado até o final de outubro.

“Tive que raspar a cabeça de novo. Meu cabelo estava grande, tinha deixado assim e quando eu tivesse alguma cena careca eu rasparia. No último capítulo, em que eu morro, tive que raspar a cabeça de novo por causa da continuidade, já tinha gravado a cena da morte havia meses e eu estava careca. Mas está crescendo, me acostumei. Não estou achando mais feio, não”, lamenta, em tom de brincadeira.

Semelhança com o “pai” Sérgio Marone

Com quatro novelas no currículo (“Avenida Brasil”, “Rebelde”, “Saramandaia” e “Boogie Oogie”), José Victor foi chamado para “Os Dez Mandamentos” pela semelhança com Sérgio Marone, que interpreta Ramsés, pai de Amenhotep. O jovem ator não se considera parecido, mas é confundido nas ruas, nas redes sociais (já publicou fotos descamisado ao lado de Marone) e até pelo pai na vida real.

“Eu não acho [parecido]. Todo mundo fala, mas eu não acho, não. Ficou maneiro porque puxei o rosto do Sérgio e a cor de pele da Camila [Rodrigues, a Nefertari], mais branquinha. Um monte de gente fala: ‘Você não é filho do seu pai, você é filho dele!’. O Sérgio fala que às vezes fica me olhando e se vê na minha idade’. Meu pai já disse: “Parece até que minha esposa me traiu’ (risos)”, brinca.

O ator está surpreso com o assédio do público nas últimas semanas, em que a novela tem batido recordes de audiência: “Eu achava que não seria muito reconhecido porque é muita maquiagem, roupa. De um mês para cá, muita gente passou a me reconhecer. Acho bacana, já me acostumei, sou um pouco tímido mas faz parte. Meu personagem fez muita maldade a novela toda, mas agora as pessoas estão com pena de mim por causa das cenas que estão indo ao ar agora”.

Ator largou futebol para ser ator

José Victor começou a carreira artística aos 11 anos, quando sua mãe o levou a uma agência de modelos. O sonho dele, na verdade, não era ser ator, e sim jogador de futebol. Chegou a fazer testes no Vasco e no Fluminense, mas desistiu após trocar os treinamentos pelas gravações de sua primeira novela, “Avenida Brasil” (2012), e ser rebaixado pelo treinador.

“Quando fiz ‘Avenida Brasil’, eu ainda estava jogando. Tive que faltar um mês de treino, porque fizemos uma viagem. Quando voltei, o técnico me colocou em outra categoria, com jogadores menores do que eu. Decidi largar. Comecei a fazer teatro, novelas e abandonei o futebol”, relembra.

O jovem ator comemora o sucesso da novela e de seu personagem e evita comparar Record e Globo, mas reconhece o tamanho da “concorrente”: “‘Os Dez Mandamentos’ está me dando uma boa bagagem, assim como ‘Rebelde’, que me deu muita experiência, aprendi a lidar com o público. Na Globo… Globo é Globo, né? Em relação a tamanho é muito maior, tem muito mais estúdios. Cada uma tem suas diferenças e suas qualidades”.

|