Jogos Vorazes: A Esperança – O Final rende 50% menos

Thomas Samson/AFPLiam Hemsworth, Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Woody Harrelson e Francis Lawrence na pré-estreia de "Jogos Vorazes: A Esperança – O Final" em Paris, no dia 9/11

por

Jogos Vorazes: A Esperança
A estreia de “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”, na última quarta-feira (18), rendeu 50% menos nas bilheterias de Paris do que o filme anterior. O elenco havia feito a pré-estreia na cidade no dia 9 de novembro, poucos dias antes do ataque terrorista na capital francesa, que deixou 129 mortos no dia 13. A tragédia explica a queda brusca nos números. Ainda assim, o filme liderou nas bilheterias, segundo dados da Rentrak.

Na quarta-feira, dia da estreia, a polícia francesa fez uma grande operação de caça aos terroristas pelas ruas de Paris. Mesmo assim, foram vendidos 26 mil ingressos de “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 2” na cidade. Na França, 205 mil pessoas assistiram a conclusão da saga no dia da estreia. Considerando todo o país, o número é 40% menor do que o da estreia de “A Esperança – Parte 1”.

Jogos Vorazes: A Esperança “Grande parte do público (de “Jogos Vorazes”) tem entre 12 e 16 anos e provavelmente foi orientado pelos pais a ficar em casa na quarta-feira por causa da ação policial na rua”, explicou Eric Marti, representante da Rentrak na França. A expectativa, porém, é de crescimento para este final de semana, já que os franceses estão determinados a retomar suas vidas normalmente. O clima frio previsto para sábado e domingo também deve levar mais público aos cinemas.

Na última segunda-feira (16), os atores homenagearam as vítimas do terrorismo usando um broche com as cores da bandeira francesa na pré-estreia de “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final” em Los Angeles (EUA). O gesto aconteceu exatamente uma semana depois de promoverem o filme em Paris, poucos dias antes dos ataques.