TOPO

Disco a Disco: Justin Bieber

por Marta Lima / Publicado em sábado, 14 nov 2015 11:00 AM / / 802 views

Confira a trajetória do canadense através de seus álbuns

Justin Bieber

Justin Bieber foi descoberto através de suas apresentações de covers publicadas no Youtube. Ao ver os vídeos, Scooter Braun, hoje empresário do cantor, o levou para conhecer Usher e o menino assinou um contrato com a gravadora Island Records, em 2009.

Desde então, o canadense vem acumulando grandes sucessos e quebrando recordes na parada. Com apenas 21 anos, o músico já obteve diversas conquistas e recentemente liberou o seu novo álbum, “Purpose”.

My World” – 17 de novembro de 2009

Justin Bieber

My World” foi a primeira parte do álbum de estreia do músico canadense. Nele, o astro pop trabalhou com grandes compositores e produtores incluindo Usher, Tricky Stewart, The-Dream, Midi Mafia, entre muitos outros. Com canções que seguia a fase do artista, falando sobre amores adolescentes, o disco estreou em sexto lugar na parada de álbuns da Billboard, com 137 mil cópias vendidas. Na época, chegou a ser o melhor início de vendas de um novo artista em 2009.

O material rendeu singles de grandes sucessos como “One Time“, “One Less Lonely Girl“, “Love Me” e “Favorite Girl“. Estas quatro canções foram lançadas antes do álbum estar disponível no mercado. Isso fez com que o cantor se tornasse o único artista a ter quatro singles de um disco de estreia no Top 40 da parada Billboard Hot 100 antes do lançamento do LP.

My World 2.0” – 23 de março de 2010

Justin Bieber

Com o sucesso de “My Wolrd“, foi lançada a segunda e última parte do disco, intitulada “My World 2.0“. Para o material, Justin Bieber novamente trabalhou com os produtores Tricky Stewart e The-Dream e mais uma vez essa parceria deu certo. O LP estreou na primeira posição da parada de álbuns da Billboard, com 283 mil cópias vendidas e Bieber se tornou o artista mais jovem a atingir a liderança do ranking desde Stevie Wonder, em 1963. Além disso, o “My World 2.0” teve mais cópias comercializadas na semana seguinte que na primeira.

Outro fenômeno que o artista conseguiu foi ter dois álbuns no Top 5 da Billboard, com “My World 2.0” em primeiro lugar e com “My World” em quinto, o canadense foi o primeiro artista a ocupar duas posições no Top 5 do ranking americano desde Nelly em 2004.

O disco ainda inclui um dos maiores sucessos da carreira de Bieber, a canção “Baby“. Além dessa, o álbum ainda traz os hits “Never Let You Go“, “U Smile“, “Somebody To Love” e “Eenie Meenie“. O material ainda garantiu uma nomeação do Grammy Awards na categoria “Melhor Álbum de Vocal Pop”.

Under The Mistletoe” – 1 de novembro de 2011

Justin Bieber

Under The Mistletoe” é o primeiro disco de Natal de Bieber e considerado o seu segundo álbum de estúdio. Para este CD, o músico trabalhou com diversos artistas como Sean Kingston, Usher, Boyz II Men, The Band Perry, The Messenges. Com produção executiva do empresário Scooter Braun e Usher, o material ainda conta com o dueto “All I Want For Christmas Is You (feat. Mariah Carey)” que o canadense gravou com Mariah Carey. O artista ainda fez um cover do clássico “Santa Claus Is Coming To Town” incluindo um sample da canção “I Want You Back“, do Jackson 5.

O disco estreou na primeira posição da parada de álbuns da Billboard e se tornou o primeiro álbum natalino de um artista masculino a estrear no topo do ranking americano. A faixa “Mistletoe” foi o carro-chefe do material e fez um grande sucesso também.

Believe” – 15 de junho 2012

Justin Bieber

Believe” marca o momento de transição de Bieber em criar músicas com estilos voltados ao dance-pop e ao R&B contemporâneo e um pouco mais maduras. Para o trabalho, o astro contou com colaborações dos produtores Diplo, Usher, Darkchild, Max Martin, Zedd, entre muitos outros. Assim como seus discos anteriores, “Believe” estreou na liderança da parada de álbuns americana Billboard 200. O material rendeu grandes singles de sucesso como “Boyfriend“, “As Long As You Love Me (Acoustic)“, “Beauty And A Beat (feat. Nicki Minaj)” e “All Around The World (feat. Ludacris)“.

Este disco fez tanto sucesso que, em janeiro de 2013, ganhou uma versão acústica, intitulada “Believe Acoustic“. O trabalho é composto por onze faixas, oito delas em regravações acústicas e mais três inéditas, sendo elas “Yellow Raincoat“, “I Would” e “Nothing Like Us“.

Journals” – 23 de dezembro de 2013

Justin Bieber

Lançada em formato digital, “Journals” é a segunda coletânea de Bieber. Para este trabalho, o músico resolveu lançá-lo de uma forma diferente, com a campanha “Music Mondays”, na qual toda segunda-feira durante dez semanas foi liberada uma música nova do artista. Esse projeto teve início em 7 de outubro de 2013 e terminou em 9 de dezembro do mesmo mês.

Os dez singles liberados incluem “Heartbreaker“, “All That Matters“, “Hold Tight“, “Recovery“, “Bad Day“, “All Bad“, “PYD (Feat. R. Kelly)“, “Roller Coaster“, “Change Me” e “Confident (Feat. Chance The Rapper)“.

O material não teve um bom desempenho de vendas e foi o primeiro álbum de Bieber a não entrar na parada americana de álbuns Billboard 200.

Purpose” – 13 de novembro de 2015

Justin Bieber

“Purpose” marca o grande retorno de Justin Bieber ao cenário musical. No disco, o canadense reflete sobre os momentos difíceis que passou nesses últimos três anos. Além disso, o cantor também incluiu composições inspiradas em sua ex-namorada, a cantora Selena Gomez.

O primeiro single do material, intitulado “What Do You Mean?“, recebeu críticas positivas e atingiu o topo das paradas americana e britânica. Posteriormente, “Sorry” foi lançada como a segunda música de trabalho de Bieber e também foi destaque nos charts.

O álbum traz colaborações de Skrillex, Diplo, Halsey, Ed Sheeran, Big Sean, entre muitos outros artistas.

Veja letras, traduções e muito mais de Justin Bieber no Popzone!

|