TOPO

Caruso revive Seu Peru e diz que “novo” Prof. Raimundo fez elenco chorar

por Redação / Publicado em terça-feira, 17 nov 2015 13:36 PM / / 471 views

seu peru

Aos 63 anos, Marcos Caruso traz em seu currículo mais de 15 novelas, além de muitas peças de teatro, séries na TV e filmes. No ar em “A Regra do Jogo”, com o bon vivant Feliciano, o ator está mesmo é encantando com seu mais recente trabalho: o de viver o Seu Peru, papel original de Orlando Drummond, no especial da “Escolinha do Professor Raimundo”, que estreia dia 23 de novembro no canal Viva e aos domingos de dezembro na Globo.

“A ‘Escolinha’ é uma das grandes alegrias dos meus 42 anos de carreira. É um momento muito especial por estar homenageando o Chico [Anysio], e principalmente o Orlando Drummond, no meu caso, e todos os atores que participaram desses 25 anos do programa. É emocionante você estar ao lado dos maiores comediantes deste país. Eu me sinto muito privilegiado por ter sido escolhido para fazer parte deste grupo. Foram cinco dias de intensas risadas e bom humor e ficou uma amizade grande, até criamos um grupo no Whatsapp. Já éramos amigos, mas agora ficamos mais ainda”, disse o ator ao Popzone, antes de assistir à gravação do especial do Roberto Carlos para a Globo no dia 7 de novembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O programa ainda nem estreou e Caruso, assim como todo o elenco – que inclui Lúcio Mauro Filho, Marcelo Adnet, Mateus Solano, Fabiana Karla, dentre outros – está torcendo para que o especial se prolongue e permaneça na grade da Globo.

“Acho que o público vai gostar muito e quem sabe vai até continuar. Não sei se continua, mas a gente sempre consegue conciliar, né? Eu quero fazer. O futuro a Deus pertence”, torce.

Caruso disse ainda que a homenagem proposta com o especial da “Escolinha” foi além das expectativas de todos. Os atores não se falaram antes de gravar e não sabiam do texto um dos outros. “Nos encontramos pela primeira vez já gravando, o que foi uma surpresa enorme, não teve ensaio, absolutamente nada. O elenco estava ali inteiro, todos interpretando não só os personagens, mas os atores que faziam cada um deles. Eu tenho uma referência muito forte de cada ator que fazia os personagens. Eu gostava muito de assistir a ‘Escolinha’. Foi emocionante viver isso”, destaca.

Um dos momentos que levou boa parte do elenco às lágrimas, foi quando Bruno Mazzeo entrou em cena pela primeira vez, caracterizado como professor Raimundo, o saudoso personagem vivido pelo seu pai, Chico Anysio.

“O Bruno [Mazzeo] nos emocionou muito cada vez que ele falava um ‘vapt e vupt’ e ‘o salário ó’. Ele virava para a câmera e nossos olhos enchiam de lágrimas, porque realmente era muito parecido. Ele não imitou o pai, ele fez o professor Raimundo dele, que acaba sendo muito parecido por ele ser filho do Chico”, recorda.

|