“Me sinto violado”, diz Justin Bieber sobre vazamento de fotos dele nu

Reprodução/Instagram Após uma semana em silêncio, Justin Bieber finalmente resolveu falar  sobre o que achou das fotos que foram tiradas dele nu. No começo do mês de outubro, o cantor estava de férias na Polinésia Francesa com a modelo Jayde Pierce quando foi flagrado bem à vontade.

"A primeira coisa que eu pensei foi: como eles podem fazer isso? Eu me sinto violado. Eu sinto que eu não posso sair de casa. Você deveria se sentir confortável em seu próprio espaço… especialmente tão longe de casa”, disse Bieber ao programa “Access Holywood”, que vai exibir a entrevista na íntegra na próxima segunda-feira (19).

Os advogados do cantor têm ameaçado processar os veículos de comunicação que publicarem as fotos. Na época do vazamento das imagens, um escritório de advocacia enviou uma carta ao "The New York Daily News" exigindo a retirada das fotos do site do jornal em um prazo de até 12 horas após o recebimento da notificação.

Capa vetada

O novo álbum "Purpose" de Justin Bieber foi proibido no Oriente Médio por conta da capa muito "provocante".

De acordo com o site "TMZ", a foto foi vetada porque o cantor aparece sem camisa e mostrando a sua tatuagem de cruz no peito em lugares que a religião muçulmana é predominante.

por

“Me sinto violado”, diz Justin Bieber sobre vazamento de fotos dele nu Após uma semana em silêncio, Justin Bieber finalmente resolveu falar  sobre o que achou das fotos que foram tiradas dele nu. No começo do mês de outubro, o cantor estava de férias na Polinésia Francesa com a modelo Jayde Pierce quando foi flagrado bem à vontade.

“A primeira coisa que eu pensei foi: como eles podem fazer isso? Eu me sinto violado. Eu sinto que eu não posso sair de casa. Você deveria se sentir confortável em seu próprio espaço… especialmente tão longe de casa”, disse Bieber ao programa “Access Holywood”, que vai exibir a entrevista na íntegra na próxima segunda-feira (19).

Os advogados do cantor têm ameaçado processar os veículos de comunicação que publicarem as fotos. Na época do vazamento das imagens, um escritório de advocacia enviou uma carta ao “The New York Daily News” exigindo a retirada das fotos do site do jornal em um prazo de até 12 horas após o recebimento da notificação.

Capa vetada

O novo álbum “Purpose” de Justin Bieber foi proibido no Oriente Médio por conta da capa muito “provocante”.

De acordo com o site “TMZ”, a foto foi vetada porque o cantor aparece sem camisa e mostrando a sua tatuagem de cruz no peito em lugares que a religião muçulmana é predominante.

Você também vai curtir