Gugu e Ratinho se encontram no Teleton e negam ter qualquer rixa

Concorrentes em horário nobre da televisão, Ratinho e Gugu se encontraram no Teleton na tarde deste sábado (24) e negaram uma suposta rixa entre os dois apresentadores. "O pessoal gosta muito de fofoca. A gente é muito amigo, 24 horas por dia. Adoro esse cara, aqui", disse Ratinho, ao vivo. "Estou muito feliz de estar aqui", contou Gugu 

por

gugu e ratinho
Concorrentes em horário nobre da televisão, Ratinho e Gugu se encontraram no Teleton na tarde deste sábado (24) e negaram uma suposta rixa entre os dois apresentadores. “O pessoal gosta muito de fofoca. A gente é muito amigo, 24 horas por dia. Adoro esse cara, aqui”, disse Ratinho, ao vivo. “Estou muito feliz de estar aqui”, contou Gugu

Criado nos Estados Unidos na década de 60, o Teleton foi exibido pela primeira vez no Brasil em 1998 graças à iniciativa do apresentador, empresário e dono do SBT Silvio Santos.

Ele teve a ideia de “importar” o projeto beneficente depois que uma de suas netas, Luana, filha de Silvia Abravanel, nasceu com síndrome de galoctsemia, doença genética marcada pela incapacidade de metabolizar a galactose, o açúcar típico do leite, e de um deficit neurológico causado pelo atraso no parto.

O objetivo do Teleton, no Brasil, é arrecadar fundos para  Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), uma entidade privada, sem fins lucrativos, e que trabalha em benefício de pessoas com deficiência física.

Em 17 anos, o volume arrecadado é de cerca de R$ 282 milhões, investidos no lançamento de novas unidades e na manutenção das já existentes. Atualmente, a AACD possui 12 unidades em sete Estados.

Em 2015, o evento conta com a transmissão simultânea do SBT, da TV Cultura e do portal Popzone. As TVs Globo, Record, Band, Rede TV, Gazeta (de São Paulo), Disocvery Home & Health, FOX, e emissoras de rádio, como Nativa e Band FM, cederam artistas e jornalistas para participarem do evento.

Além de Silvio Santos, personalidades importantes como Hebe Camargo (1929 – 2012) Eliana, Gugu Liberato, Ratinho, Adriane Galisteu e Xuxa também abraçaram a causa, ao longo desses anos.

Gugu, Ratinho e Danilo dançam Pintinho Amarelinho

Duas unidades fechadas

Em setembro de 2015, a AACD fechou duas das cinco unidades na cidade de São Paulo sob a justificativa de “racionalização de custos e manutenção do tratamento com excelência”. Segundo a entidade, 90% dos pacientes são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e o repasse do Ministério da Saúde se mantém igual desde 2008. Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, a crise econômica no Brasil também motivou a queda de 30% em uma outra fonte de renda, que são as doações.

As unidades fechadas são a Campo Grande, na zona sul da capital, e Santana, na zona norte. As duas haviam sido abertas há quatro anos. Os 290 pacientes que os dois locais juntos atendiam foram transferidos para as unidades Ibirapuera e Mooca.

Meta

A meta deste ano é arrecadar R$ 26 milhões –no ano passado foi de R$ 30 mi e, em 1998, de R$ 9 mi– destinados para a manutenção e sustentabilidade das sedes da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), presentes em sete Estados brasileiros, e para investimentos em pesquisas de reabilitação que agreguem tecnologia e conhecimento, permitindo a capacitação de profissionais.

Como ajudar?

Os telefones para as doações do “Teleton” são:

0500 12345 05 para doar R$ 5,00
0500 12345 15 para doar R$ 15,00
0500 12345 30 para doar R$ 30,00
0800 775 2015 ou acesse www.teleton.org.br para doar outros valores
0800 818 1000 para doar mais de R$ 1.000,00

Você também vai curtir