TOPO

“Cozinha Sob Pressão” estreia nova temporada com chef mais “casca grossa”

por Redação / Publicado em terça-feira, 20 out 2015 21:49 PM / / 536 views

"Cozinha Sob Pressão" estreia nova temporada com chef mais "casca grossa"

Carlos Bertolazzi e seus auxiliares, os subchefes Zi Saldanha e Gilda Bley

O programa “Cozinha Sob Pressão” volta ao ar em horário nobre do SBT nesta terceira temporada com 16 participantes, cenário maior e com a direção de Adriana Cechetti, a mesma de “Bake off Brasil”, que terminou no último sábado. Com o nome original “Hell’s Kitchen”, o reality show estreia no dia 31 de outubro, às 21h30 sob o comando de Carlos Bertolazzi, que promete ser mais rígido durante a competição.

“Nem acredito que estamos lançando a terceira temporada, que para mim é a mais bonita de todas. Eu me sinto cada vez mais o dono dessa cozinha e quanto mais familiarizado, mais autêntico fica o programa. Estou mais casca grossa, rígido, e isso é importante para um reality show culinário”, afirma Bertolazzi, que acredita que o nome original irá atrair mais telespectadores que não associavam o “Cozinha Sob Pressão” com o formato original Hell’s Kitchen, sucesso em países como Estados Unidos, Reino Unido, e Itália.

Nesta temporada, o apresentador contará com a ajuda dos subchefes Zi Saldanha, produtor de eventos gastronômicos, e Gilda Bley, sócia de uma escola de gastronomia. O restaurante da atração passa a atender 50 pessoas, dez a mais que na última edição. Os participantes, dois a mais, passaram por quatro etapas. Com perfis diferentes, o reality show terá desde uma canadense até um casal, que irá disputar entre si. “A estrangeira é tinhosa, tivemos alguns embates”, adianta Bertolazzi.

Me sinto cada vez mais o dono dessa cozinha e quanto mais familiarizado, mais autêntico fica o programa. Eu sou casca grossa, rígido, e isso é importante para um reality show culinário
Carlos Bertolazzi, apresentador do “Cozinha Sob Pressão”

O “Cozinha Sob Pressão” mostra os competidores interagindo em uma disputa acirrada. Divididos em duas equipes, eles não só terão o desafio de preparar os pratos propostos por Bertolazzi como também o de preparar um jantar para 50 pessoas. A cada semana, um candidato é eliminado pelo chef. O vencedor ganhará R$ 100 mil em barras de ouro.

Para o chef de cozinha e apresentador, o diferencial deste programa para outros reality shows culinário é que ele é disputado por profissionais. “E tem muita pressão. Em um dos programas uma moça fez uma receita errada e ela mesma disse que jamais erraria fora do programa. Não importa se é profissional ou não, mexe com o emocional e ainda é rede nacional”, diz Bertolazzi.

Carlos Bertolazzi conta que participa de tudo. “Sou chato, dou palpite na edição também. Às vezes a edição corta um detalhe importante da gastronomia que não deveria”, explica. “Fui ficando a cara do produto”.

No primeiro programa, os participantes terão que cozinhar para funcionários e apresentadores do SBT, como Danilo Gentilli e Raul Gil. Em outro episódio, o clima esquentou tanto que Bertolazzi pediu pizza no estúdio porque uma receita não ficou pronta a tempo. “Os pratos demoraram tanto e não queria que ninguém saísse dali com fome”, disparou.

As provas são variadas a cada programa. Em uma delas, os participantes serão submetidos a um teste de paladar às cegas. Se errar o prato, um participante do grupo oposto cai em um tanque de água. O programa termina em janeiro.

|

Comentários no Facebook