“All That You Can’t Leave Behind” do U2 completa 15 anos. Relembre os hits do disco

por

U2
All That You Can Leave Behind

Há exatos 15 anos, o U2 lançava “All That You Can’t Leave Behind“, seu décimo álbum e um de seus mais bem sucedidos, graças a hits como “Beautiful Day“, “Elevation“, “Stuck in a Moment You Can’t Get Out Of” e “Walk On“, que se tornaram clássicos do repertório da banda.

“All That You Can Leave…” marcou um novo começo para o quarteto. Assim como eles deixaram os anos 80 sabendo que precisariam mudar, se quisessem manter-se como uma banda não só gigante, mas ativa criativamente, o mesmo se passou no final da década de 90.

U2

A diferença foi mesmo na guinada decidida. Dez anos antes o grupo optou por radicalizar, trazendo batidas dançantes, influências da música eletrônica de pistas e senso de humor para o seu rock de pegada pós punk. A fórmula funcionou, mas é fato que o álbum “Pop” (1998) mostrava que eles já tinham rendido tudo o que era possível nesse formato. Isso ficou claro quando várias datas americanas da ambiciosa turnê Popmart não tiveram suas entradas esgotadas.

O grupo percebeu que havia chegado a hora de retomar alguns de seus valores originais. Não no sentido de voltarem ao som dos anos 80, mas de recapturar aquela essência. Por via das dúvidas eles também preferiram deixar os estádios de lado na turnê e se apresentar em arenas e com um cenário mais simples, para voltarem a ter um pouco mais de contato com o seu público.

U2

O álbum resultante desse período de renovação certamente agradou fãs e críticos, mas, à princípio de forma moderada. Nos EUA, por exemplo, ele não foi além do terceiro lugar na parada, um mau resultado para quem desde 1987 sempre chegava no topo.

Tudo começou a mudar depois do fatídico 11 de setembro de 2001. Na hora em que os americanos sentiram necessidade de algum tipo de consolo e cura, o álbum do U2 com sua mistura bem azeitada de esperança e melancolia, mostrou-se o antídoto perfeito para aquele momento de pesar e incerteza.

As vendas dali em diante só aumentaram e os shows tornaram-se eventos catárticos e de grande emoção. O disco tornou-se o quarto de maior sucesso da carreira deles, com mais de 12 milhões de cópias no mundo e garantiu que o quarteto seguiria por mais algum tempo como uma das maiores, senão a maior, banda do mundo.

Relembre três grandes momentos do álbum

Beautiful Day
O single que apresentou o álbum ao público, cumpriu bem a sua função de mostrar que o U2 estava entrando no novo milênio com fôlego redobrado. A música imediatamente entrou no setlist dos shows e de lá nunca mais saiu, uma honraria que eles dedicam a pouquíssimas canções.

Em termos de parada, “Beautiful Day” se deu melhor na Grã Bretanha onde ela chegou no primeiro lugar. Nos EUA ela não foi além do 21° posto. Ainda assim, desde então eles nunca mais conseguiram melhorar essa marca com nenhum single ou música por lá.


Stuck in a Moment You Can’t Get Out Of

Essa bela balada com forte acento soul e gospel, foi escrita em homenagem a Michael Hutchence, o vocalista dos INXS que se matou em 1997. Outro clássico instantâneo da banda, ela ainda costuma aparecer, ainda que de forma esporádica, nos concertos do grupo. Mais uma vez, o single se deu melhor no Reino Unido, onde chegou no segundo posto, do que na América onde ela chegou apenas no 52° lugar.


Elevation
Uma das canções mais pesadas e diretas do álbum, “Elevation” não chegou a chamar tanto a atenção em sua versão de estúdio. Sua verdadeira força só foi se revelar mesmo nos concertos. No palco, a canção cresce horrores, e é por isso que a banda ainda gosta de tocá-la com certa frequência nos shows. No Reino Unido ela chegou no terceiro lugar, mas nos EUA ela sequer ficou entre as 100 mais.

Você também vai curtir