A Regra do Jogo – Cássia Kis gravou a última cena de Djanira em “A Regra do Jogo”

Cássia Kis gravou a última cena de Djanira em "A Regra do Jogo", nesta sexta-feira (16) e foi aplaudida pela equipe da novela.
 
"Eu te amo, você é uma das melhores atrizes do mundo", disse a diretora de núcleo, Amora Mautner.

Cássia abraçou o elenco e se emocionou antes de interpretar a sequência da morte da personagem, que encerra sua participação na trama. Djanira morre durante a festa do casamento de Tóia (Vanessa Giácomo) e Juliano (Cauã Reymond), que não se realiza depois que Romero (Alexandre) contou a ela que o pai do noivo, Zé Maria (Tony Ramos) é o assassino de seu pai.

A princípio, ninguém saberá quem matou Djanira, a lista de suspeitos é grande e os telespectadores ficarão na dúvida até a verdade ser revelada.
 
Antes de perder a mãe, Tóia descobriu que é uma sobrevivente da chacina de Seropédica e que a história contada por Djanira durante toda a sua vida é uma mentira.

Abalada, ela é convencida por Romero a acreditar que Juliano é um bandido assim como o pai dele.
 
"A morte de Djanira é parte fundamental da história. E faz com o que destino de muitos personagens se entrelace. De um lado, ela guardava segredos com Romero. De outro, mantinha a família – Tóia e Juliano – unida. Com a sua morte, esse mundo no qual Djanira, Tóia e Juliano viviam, entrará em colapso", conta o autor João Emanuel Carneiro.
 
Nas cenas cenas que vão ao ar a partir deste sábado (17), Djanira sussurra no ouvido de Romero uma promessa com ares de ameaça: "Você ainda vai pagar por isso tudo. Ah, vai!".

Ele fica bastante chocado com o que ouve e se afasta. Logo depois, ela morre, deixando Tóia e Juliano desesperados. 

por
 A-Regra-do-Jogo114

Cássia Kis gravou a última cena de Djanira em “A Regra do Jogo”, nesta sexta-feira (16) e foi aplaudida pela equipe da novela.

“Eu te amo, você é uma das melhores atrizes do mundo”, disse a diretora de núcleo, Amora Mautner.

Cássia abraçou o elenco e se emocionou antes de interpretar a sequência da morte da personagem, que encerra sua participação na trama. Djanira morre durante a festa do casamento de Tóia (Vanessa Giácomo) e Juliano (Cauã Reymond), que não se realiza depois que Romero (Alexandre) contou a ela que o pai do noivo, Zé Maria (Tony Ramos) é o assassino de seu pai.

A princípio, ninguém saberá quem matou Djanira, a lista de suspeitos é grande e os telespectadores ficarão na dúvida até a verdade ser revelada.

Antes de perder a mãe, Tóia descobriu que é uma sobrevivente da chacina de Seropédica e que a história contada por Djanira durante toda a sua vida é uma mentira.

Abalada, ela é convencida por Romero a acreditar que Juliano é um bandido assim como o pai dele.

“A morte de Djanira é parte fundamental da história. E faz com o que destino de muitos personagens se entrelace. De um lado, ela guardava segredos com Romero. De outro, mantinha a família – Tóia e Juliano – unida. Com a sua morte, esse mundo no qual Djanira, Tóia e Juliano viviam, entrará em colapso”, conta o autor João Emanuel Carneiro.

Nas cenas cenas que vão ao ar a partir deste sábado (17), Djanira sussurra no ouvido de Romero uma promessa com ares de ameaça: “Você ainda vai pagar por isso tudo. Ah, vai!”.

Ele fica bastante chocado com o que ouve e se afasta. Logo depois, ela morre, deixando Tóia e Juliano desesperados.

Você também vai curtir