TOPO
Sem categoria

“Que Horas Ela Volta?” vai representar o Brasil na disputa ao Oscar

por Bibi Toledo / Publicado em quinta-feira, 10 set 2015 11:56 AM / / 463 views
 regina_caseO filme nacional mais comentado deste ano, “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, foi escolhido para representar o Brasil na disputa por uma vaga na categoria de melhor filme em língua estrangeira no Oscar 2016.

O anúncio foi feito pelo Ministério da Cultura, nesta quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, logo após reunião da Comissão Especial de Seleção.

No filme, Regina Casé vive Val, uma empregada doméstica que mora com seus patrões. Sua condição e seus direitos começam a ser questionados pela filha Jéssica (Camila Mardila), que deixa o nordeste e vai morar com a mãe em São Paulo para poder prestar vestibular.

Bastante elogiado, inclusive pela imprensa estrangeira, “Que Horas Ela Volta?” chegou a ser cotado pela site “Indiewire”, um dos mais respeitados de Hollywood, como forte candidato à uma indicação na categoria. Outras apostas são o francês “Dheepan”, o mexicano “Gueros”, o turco “Mustang” e o húngaro “Son of Saul”.

Em sua carreira no exterior, “Que Horas Ela Volta?” já levou prêmios de atuação no Festival de Sundance, da crítica e do público na mostra Panorama do Festival de Berlim, e de melhor filme em Amsterdã, entre outros.

Também se inscreveram para concorrer à indicação os filmes “A História da Eternidade”, de Camilo Cavalcante, “Alguém Qualquer”, de Tristan Aronovich, “Campo de Jogo”, de Eryc Rocha, “Casa Grande”, de Felipe Barbosa, “Entrando numa Roubada”, de André Moraes, “Estrada 47”, de Vicente Ferraz, e “Estranhos”, de Paulo Alcântara.

Nos últimos anos, os representantes brasileiros foram “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro (2015); “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho (2014); “O Palhaço”, de Selton Mello (2013); “Tropa de Elite 2: o Inimigo agora É Outro”, de José Padilha (2012); “Lula, o Filho do Brasil”, de Fábio Barreto (2011); e “Salve Geral”, de Sérgio Rezende (2010).

O último filme brasileiro a conseguir uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro foi “Central do Brasil”, na edição de 1999, que também teve Fernanda Montenegro concorrendo na categoria de melhor atriz.

A lista de indicados ao Oscar 2016 será conhecida em 14 de janeiro. Antes, em dezembro, a Academia já divulga os finalistas de algumas categorias, incluindo a de filme estrangeiro.

Brasileiros indicados ao Oscar
  • “O Sal da Terra”, de Juliano Ribeiro Salgado e Wim Wenders

    2015: melhor documentário

  • “Rio”, de Carlos Saldanha

    2012: melhor canção original (Sérgio Mendes, Carlinhos Brown, Siedah Garrett)

  • “Aventura Perdida de Scrat”, de Carlos Saldanha

    2004: melhor curta-metragem de animação

  • “Uma História de Futebol”, de Paulo Machline

    2001: melhor curta-metragem de ficção

  • “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles e Kátia Lund

    2004: melhor direção, roteiro adaptado, fotografia e edição

  • “Central do Brasil”, de Walter Salles

    1999: melhor atriz e filme estrangeiro

  • “Lixo Extraordinário”, de Lucy Walker, Karen Harley e João Jardim

    2011: melhor documentário

  • “O que É Isso Companheiro?”, de Bruno Barreto

    1998: melhor filme estrangeiro

  • “O Quatrilho”, de Fábio Barreto

    1996: melhor filme estrangeiro

  • “O Beijo da Mulher-Aranha”, de Hecto Babenco

    1986: melhor ator (William Hurt, premiado), filme, direção e roteiro adaptado

  • “O Pagador de Promessas”, de Anselmo Duarte

    1963: melhor filme estrangeiro

  • “Brasil”, de Joseph Santley

    1945: melhor registro de som, trilha sonora e canção original (Ary Barroso e Ned Washington)

"Que Horas Ela Volta?" vai representar o Brasil na disputa ao Oscar

|

Comentários no Facebook