“Não existe nada de poder, recebo ordens”, diz Íris Abravanel sobre SBT

Íris Abravanel lança na próxima segunda-feira (3), mais uma novela adaptada dedicada ao público mirim — "Cúmplices de um Resgate" – e se mantém como única autora do SBT. Por conta do sucesso de "Carrossel", os folhetins infantis se tornaram o principal produto do canal desde 2012.
 
Em conversa com a imprensa neste sábado (1°), a autora preferiu não dar detalhes sobre a reestruturação que passará o comando da emissora e das outras 30 empresas do Grupo Silvio Santos para suas mãos e das seis filhas do dono do baú, mas garantiu que conduz seu trabalho com alegria, por isso obtém resultados positivos.
 
 "Não existe nada de poder, mas sim, muito trabalho. Recebo ordens aqui. Eles mandam e obedeço. Tem que ser assim, trabalhar com família significa um respeitar o espaço do outro", afirmou Íris, durante evento para divulgação da trama, na sede da emissora em Osasco.

por

Íris Abravanel lança na próxima segunda-feira (3), mais uma novela adaptada dedicada ao público mirim — “Cúmplices de um Resgate” – e se mantém como única autora do SBT. Por conta do sucesso de “Carrossel”, os folhetins infantis se tornaram o principal produto do canal desde 2012.

Em conversa com a imprensa neste sábado (1°), a autora preferiu não dar detalhes sobre a reestruturação que passará o comando da emissora e das outras 30 empresas do Grupo Silvio Santos para suas mãos e das seis filhas do dono do baú, mas garantiu que conduz seu trabalho com alegria, por isso obtém resultados positivos.

“Não existe nada de poder, mas sim, muito trabalho. Recebo ordens aqui. Eles mandam e obedeço. Tem que ser assim, trabalhar com família significa um respeitar o espaço do outro”, afirmou Íris, durante evento para divulgação da trama, na sede da emissora em Osasco.

"Não existe nada de poder, recebo ordens", diz Íris Abravanel sobre SBT
Íris Abravanel posa com o elenco mirim do SBT

Com o embate entre um pastor evangélico (Augusto) e um padre (Lutero), a autora explica que o objetivo da trama não é promover embates religiosos, mas sim, pregar a compaixão.

“Eles terão debates, um cutucando o outro, com versículos bíblicos. Será muito divertido, porque tudo faz parte da mesma bíblia, do mesmo Deus.  São os mesmos valores, os mesmos provérbios. A [ideia é mostrar] a convivência harmoniosa entre as diferenças”.

Iris e sua equipe (Gustavo Braga,Carlos Marques,Rita Valente, Marcela Arantes,Grace Iwashita, Fany Higuera) promoveram alterações no texto original mexicano para compor o segmento de fantasia, nos seus primeiros capítulos, e assim iniciar a história das gêmeas protagonistas, Isabela e Manuela (Larissa Manoela), que serão criadas por diferentes famílias.

A autora, que nesta semana contou que se inspira na menina orfã Poliana (do romance da americana Eleanor H. Porter) para criar seus personagens, aposta na inocência e no otimismo para cativar pais e crianças, e assim propagar o slogan “para família brasileira”.  “O sucesso é trazermos a ingenuidade dos tempos dourados, da época que a gente podia brincar na rua e não existia medo”.

“Cúmplices de um Resgate” terá cerca de 250 capítulos, somente 90 foram aproveitados. Mas em se tratando de SBT, o número pode subir ou diminuir de acordo com a audiência. “Chiquititas” ainda fica no ar até dia 14 de agosto.

Você também vai curtir