Mulheres supostamente assediadas por Bill Cosby detalham abusos sexuais

Reprodução/New YorkCapa da revista "New York" reúne 35 mulheres que acusam Bill Cosby de abuso

por
  • Reprodução/New York

    Mulheres supostamente assediadas por Bill Cosby detalham abusos sexuais

    Capa da revista “New York” reúne 35 mulheres que acusam Bill Cosby de abuso

Três mulheres que acusam o comediante Bill Cosby de assédio sexual se pronunciaram nesta quarta-feira (12), revelando detalhes dos abusos que supostamente sofreram.

Coleen Hughes, aeromoça, Linda Ridgeway Whitedeer, ex-atriz, e Eden Tirl, também atriz, participaram de um encontro com jornalistas no escritório da advogada Gloria Allred, em Los Angeles.

A aeromoça Colleen Hughes contou ter conhecido Cosby durante um voo da companhia American Airlines. Eles flertaram e foram para o hotel em que ela estava hospedada em Berverly Hills. Enquanto Colleen tomava banho, Cosby pediu champanhe. Quando deixou o banheiro, ela aceitou uma taça da bebida e em seguida “apagou”, acordando várias horas depois.

“Minhas roupas estavam espalhadas por todo o quarto e senti sêmen nas minhas costas e no meu corpo todo”, disse Collen, acrescentando que Cosby havia desaparecido quando ela recobrou os sentidos. Anos mais tarde, ela reencontrou o comediante em outro voo e ele pareceu incomodado ao ser lembrado do estranho episódio.

Escalada para atuar em um filme com Cosby no começo dos anos 70, Linda Ridgeway Whitedeer disse que foi chamada pelo comediante para uma reunião no escritório do diretor da produção.

Ao chegar  no local, ela alega que Cosby a agarrou pelos cabelos e forçadamente colocou o pênis em sua boca. “Quando ele terminou, meu rosto, meu cabelo e minhas roupas estavam cobertas de sêmen. Eu estava prestes a vomitar ou desmaiar, ele pegou um lenço e tentou me limpar e então ele disse que eu tinha sido abençoada com o sêmen como se fosse água benta”, contou Linda.

A terceira vítima, Eden Tirl, alega que trabalhava como atriz interpretando um papel secundário no “The Cosby Show”, quando um dia foi chamada ao camarim do comediante. Segundo ela, ele trancou a porta e eles conversaram por meia hora. Amedrontada com as palavras de Cosby, ela tentou convencê-lo a deixá-la ir, citando personagens  infantis que ele interpretou na TV. “Você representa minha infância”, disse Eden, irritando o comediante. “Não diga isso. Todas dizem isso”, teria respondido o ator.

Acusações

Nos últimos meses, dezenas de mulheres foram a público para acusar Cosby de estupro e assédio sexual. Uma delas é a atriz Lili Bernard, que atuou no “The Cosby Show”. Ela alega que foi drogada, estuprada e ameaçada enquanto se preparava para atuar no programa.

Em meio às acusações, a carreira artística de Cosby sofreu alguns revezes. A Netflix adiou um especial com o comediante cujo lançamento era para acontecer no ano passado. Já a NBC engavetou o projeto de uma série que estava desenvolvendo para o ator protagonizar.

 

Você também vai curtir