Irreverente, Boechat dá conselhos até para “telespectador encalhado”

Reprodução/BandBoechat incentiva até mesmo o "telespectador encalhado" O âncora Ricardo Boechat aproveitou o fenômeno da "lua azul" para dar conselhos até mesmo ao telespectador "encalhado". O fato inusitado aconteceu durante a edição desta sexta-feira (31) do "Jornal da Band".

por
Irreverente, Boechat dá conselhos até para "telespectador encalhado"
Boechat incentiva até mesmo o “telespectador encalhado”

O âncora Ricardo Boechat aproveitou o fenômeno da “lua azul” para dar conselhos até mesmo ao telespectador “encalhado”. O fato inusitado aconteceu durante a edição desta sexta-feira (31) do “Jornal da Band”.

“A Lua está bonita, visível no Brasil inteiro. Se você está encalhado, olhe para a lua. [Saia e] diga ‘que lua bonita’. Esse é o bom começo”, brincou o âncora do “JB”, ao incentivar o telespectador a encontrar a sua “cara metade”.

O fenômeno da “lua azul”, algo que acontece aproximadamente a cada três anos e que não voltará a ocorrer até janeiro de 2018, pode ser visto no céu na noite desta sexta-feira, o último dia do mês julho, em várias cidades do Brasil.

Apesar do nome, a Lua não tem tons azulados nesta noite. “Blue Moon” (lua azul, em inglês) é somente uma expressão criada para designar a ocorrência da segunda lua cheia dentro de um mesmo mês.

Cada ciclo lunar dura aproximadamente 28 dias, por isso, quando a lua cheia acontece no início do mês, é provável que haja uma segunda no final. Isso é o que ocorre neste mês de julho, que teve sua primeira lua cheia no dia 2 e teve uma segunda, a “azul”, nesta sexta-feira, dia 31.

Você também vai curtir