Indies do The Maccabees chegam pela primeira vez ao topo da parada britânica de álbuns

por

 

The Maccabees

Com “Marks to Prove It”, seu quarto álbum, os Maccabees (foto) finalmente conseguiram chegar ao topo da parada britânica. Em disputa acirrada, o quinteto conseguiu superar “Blood”, o segundo trabalho de Lianne La Havas que acabou na vice-colocação, pelo equivalente a apenas 1300 cópias.

O resto do top 5 seguiu sem maiores novidades com todos os três discos caindo uma posição em relação à semana passada, respectivamente: “Communion” do Years & Years, “x” e “In The Lonely Hour” de Sam Smith.

Led Zeppelin

O top 40 teve mais algumas novidades. O Led Zeppelin colocou seus três últimos relançamentos de luxo na lista dos mais vendidos. O álbum póstumo “Coda” (1982) ficou na nona posição, “Presence” de 1976 na décima e “In Through The Out Door”, o último lançado, pelo grupo em 1979, na 11ª.

Outra veterana que entrou na parada, essa de forma mais triste, foi Cilla Black, que morreu no último dia 1° de agosto aos 72 anos. Seus fãs conseguiram colocar uma coletânea com seus maiores sucessos na 14ª colocação.

Quem também retornou aos mais vendidos foi o The Clash que viu seu álbum “London Calling” de 1979 reentrar na parada em 21º lugar. Voltando ao presente, Joss Stone ficou na 13ª posição com “Water For Your Soul”, seu último lançamento.

Você também vai curtir