Estreia do “É de casa” é marcada por apelo emocionado de Cissa Guimarães

O "É de casa", nova atração da Globo, estreou na manhã deste sábado (8) com um apelo emocionado de Cissa Guimarães.

por

cissa guimaraes

O “É de casa”, nova atração da Globo, estreou na manhã deste sábado (8) com um apelo emocionado de Cissa Guimarães.

Os apresentadores repercutiram a emoção de Evaristo Costa com o depoimento de um pai que perdeu o filho, espancando e morto por uma suposta gangue no Rio Grande do Sul, quando Cissa pediu a palavra.

“Eu gostaria de fazer uma apelo: pais e mães, conversem com os seus filhos, vejam as pessoas que estão criando. Botar filho no mundo é a maior responsabilidade que existe. Não pode um bando de adolescente sair e matar uma pessoa”, desabafou Cissa, emocionada.

Em 2010, a atriz e apresentadora perdeu o filho Rafael Mascarenhas, de 18 anos, morto após ser atropelado no Túnel Acústico, na Gávea, na zona Sul do Rio de Janeiro. Ele andava de skate quando o acidente aconteceu.

O “É de casa” é comandado por seis apresentadores: Cissa Guimarães, Zeca Camargo, Tiago Leifert, Patrícia Poeta, Ana Furtado e André Marques. Haverá um rodízio, e apenas quatro deles irão apresentar a atração a cada sábado –na estreia, no entanto, todos estiveram reunidos.

O novo programa marca a transição de Tiago Leifert e Patrícia Poeta do jornalismo para a área de Entretenimento –Leifert se despediu do “Globo Esporte” e Poeta estava fora do vídeo havia quase um ano, desde que deixou a bancada do “Jornal Nacional”, e o retorno de Zeca Camargo ao ar, após a baixa audiência registrada em sua passagem pelo “Vídeo Show”.

Você também vai curtir