Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

por
  • AgNews

    Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

    A atriz e consultora de moda Karen Brusttolin com o marido Alexandre Nero; O ator Juliano Cazarré com a mulher stylist Letícia Cazarré

Como se vestir para o lançamento de uma novela, uma premiação de cinema ou um red carpet? Quem está por trás dos looks de atrizes como Letícia Spiller, Agatha Moreira, Mariana Xavier, Andreia Horta, Carolina Kasting, Giselle Batista e dos atores Joaquim Lopes e Caio Paduan?

Casadas com os atores Alexandre Nero e Juliano Cazarré, Karen Brusttolin e Letícia Cazarré são as consultoras de moda por trás das imagens de alguns artistas globais, sim, os maridos também estão na lista delas.

A missão não é fácil. O serviço pode variar de R$ 300 a 3 mil – até mais dependendo do artista e da marca, já que a maioria das peças é emprestada. E é preciso saber lidar com ego, expectativa, além da responsabilidade em construir uma nova imagem visual da pessoa. A roupa precisa transparecer não só atitude, mas o desejo de estar ou chegar em algum lugar.

Cada vez mais as pessoas são avaliadas e escaladas para trabalhos pelo conjunto da obra. Não importa só o talento ou só a experiência profissional. O carisma, a popularidade, o tipo de referência que você se torna para as pessoas, tudo importa. Não tenho dúvidas de que ser em muitos momentos uma referência de estilo e de autoestima me valoriza no mercado afirma a atriz Mariana Xavier

Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

Estreante na tarefa, Letícia abandonou a carreira em Ciências Biológicas, o seu trabalho em campo na Floresta Amazônica após a maternidade, e há dois anos tem se dedicado não só à função de stylist, mas também a editoriais de moda – ela atua como editora, diretora criativa e Publisher da revista “Cause”. Sem nunca ter sido assistente de ninguém, a consultora conta que ser mulher de um ator global traz credibilidade na hora de conseguir roupas emprestadas. “No início ajudou muito, porque as pessoas sabiam que eu ia devolver a peça ou pelo menos sabiam onde procurar” [risos].

“Gosto de trabalhar pensando o lugar que o artista está hoje e aonde ele pretende chegar. Quais são os objetivos: melhorar a imagem, mudar o estilo, conseguir marcas melhores, criar uma imagem desejada comercialmente ou ela quer mostrar o trabalho dela e apenas aprender a se vestir. É necessário entender o objetivo da consultoria”, afirma Letícia, que prefere trabalhos mais longos e não apenas vestir uma pessoa para um evento específico e não trabalhar mais com ela.

Divulgação/popzone

Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

Letícia Cazarré adaptou a vontade de Agatha Moreia, de expor seu estilo rock and roll com a personalidade da atriz. Novata na profissão, a consultora costuma atender atores estreantes

Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

Responsável por vestir Agatha Moreira, a Giovana de “Verdades Secretas”, Letícia adaptou uma vontade da atriz, que era destacar o estilo rock and roll, com sua personalidade. Por coincidência, é o mesmo perfil de sue personagem no folhetim de Walcyr Carrasco.

“Foi um pedido dela e fui ajustando. O objetivo dela é mostrar que ela sabe se vestir, entende de moda, mas também conseguir trabalhos bacanas, capas de revistas. Ela quer ter uma identidade, mostrar que tem um perfil maduro, responsável”, explica a profissional.

“Vivemos da nossa imagem e é importante ter auxílio de um consultor de moda”
Atriz por formação, Karen trabalhou como figurinista de cinema e exausta com a rotina de trabalho (14 a 16 horas por dia), resolveu investir na carreira de consultoria de moda.

Para ela não existe diferença entre vestir um artista e uma pessoa comum. A não ser, claro, a exposição que cada um recebe por conta de um modelito. Dona da Close in Closet, Karen também mantém o trabalho como atriz em “Pé na Cova”, seriado de Miguel Falabella. A consultora explica que o segredo do trabalho é exercitar o processo criativo.

Divulgação

Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

Em 2013, no lançamento do filme “Minha Mãe é uma Peça”, Mariana Xavier sentiu que precisava se vestir adequadamente para os eventos e procurou o auxílio das consultoras de moda Karen Brusttolin e da Fernanda Tolen

Consultoras de moda, mulheres de Nero e Cazarré vestem artistas globais

“O comportamento humano é a maior lição e a maior referência que existe para um profissional de moda. Para ele entender e saber lidar com determinadas questões, como medo, autoestima, expectativa, agressividade. Ajudo a construir uma imagem, dou uma harmonia para essência da pessoa. É um trabalho de criação coletivo. É um processo demorado, precisa ter paciência. Depende do momento, do estado de espírito do outro”, explica.

Em 2013, no lançamento do filme “Minha Mãe é uma Peça”, Mariana Xavier — no ar em “I Love Paraisópolis”, no papel da Claudete –, sentiu que precisava se vestir adequadamente para os eventos e procurou o auxílio da Karen e da Fernanda Tolen (as duas são parceiras). Com o auxílio das consultoras, a atriz conseguiu ampliar os seus horizontes sem violentar seu estilo próprio e o seu gosto pessoal.

“Vivemos da nossa imagem e é importante ter auxílio de um consultor de moda. As dicas que pego com elas me ajudam no dia a dia e me permitem criar uma identidade sem ficar escrava de ter as duas de plantão dentro da minha bolsa ou do meu closet”, afirma Mariana.

Para Karen, a construção de imagem acontece a todo o momento. Desde uma simples ida à padaria até o momento em que você está no red carpet. “Quando você se permite construir uma imagem, não dá para ir impecável em um evento e aparecer no outro totalmente diferente. É uma linguagem”.

“Cada vez mais as pessoas são avaliadas e escaladas para trabalhos pelo conjunto da obra. Não importa só o talento ou só a experiência profissional. O carisma, a popularidade, o tipo de referência que você se torna para as pessoas, tudo importa. Não tenho dúvidas de que ser em muitos momentos uma referência de estilo e de autoestima me valoriza no mercado. Sou muito grata às minhas ‘deusinhas’ da moda por me ajudarem nessa missão”, afirma Mariana, conhecida pelo seu 1,57 m de altura, 83 quilos. A atriz é ativista das mulheres plus size e estrelou a campanha “Gordelícias” 2014.

Tanto Letícia quanto Karen gostam de dar palpites nos looks dos maridos e têm sorte, já que ambos se interessam pelo assunto. “O Juliano entende de moda, gosta de ler a ‘GQ’ americana, a britânica, acompanha os desfiles. Ele gosta de se vestir bem. Geralmente ele monta a proposta dele e antes de sair me mostra, dou um ‘pitaco’ só, tipo: troca o cinto, coloca aquele outro sapato”, conta Letícia. “O Alexandre tem um gosto peculiar, ele gosta de moda. Ajudo apenas a conduzir a criação dele, dou uns toques. Sou a consultora VIP dele”, brinca Karen, que está esperando um filho do ator.

Você também vai curtir