TOPO
Sem categoria

Ao 78 anos, Domingos Oliveira diz que se sente com 35 e lança 1º curta

por Bibi Toledo / Publicado em quarta-feira, 26 ago 2015 09:33 AM / / 768 views

O diretor Domingos Oliveira, de "Todas as Mulheres do Mundo" e "Todo Mundo Tem Problemas Sexuais", diz aos 78 anos que se sente jovem e que gosta de estar cercado de pessoas mais novas. Como prova disso, lança seu primeiro curta-metragem, "Go Estudo Pro", formato ainda bastante utilizado pelos cineastas mais novatos. O filme teve sua estreia durante o Festival Internacional de Curtas, em São Paulo, na última quinta (20).

A organização do evento quis que ele participasse da estreia, tamanha foi a honra de tê-lo entre os participantes. Como não foi possível, Oliveira mandou uma mensagem ao público. "Dizem que as pessoas têm uma idade que é delas. Elas chegam lá e ficam por mais que os anos passem. Meu nome é Domingos Oliveira e tenho 35 anos, embora eu tenha quase 80".

Ao UOL, por email, Domingos Oliveira disse que nada dá mais prazer do que conhecer uma coisa nova. "Não há rota mais necessária de conhecer do que aquela da ‘fonte do prazer’. Onde ela está? Mais moço pensei que era a satisfação dos destinos, o poder sobre o outro homem e outras bobagens assim. A fonte do prazer é a fonte do conhecimento. Sem o novo, sem o jovem, sem o inesperado, eu seria há muito um suicida". 

Reprodução

Ao 78 anos, Domingos Oliveira diz que se sente com 35 e lança 1º curta

Cena do curta "Go Estudo Pro", de Domingos Oliveira, Felipe Roque e Luca Pougy

Ao 78 anos, Domingos Oliveira diz que se sente com 35 e lança 1º curta

Estrelado por Soraya Ravenle e Isaac Bernat, o curta é também assinado por Felipe Roque, 28 anos, e Luca Pougy, de 26, "dois rapazes talentosos e trabalhadores", segundo Domingos. "Embora com honrosas exceções são os jovens que fazem curtas-metragens. Apesar de que me parece também de que esse conceito envelheceu. Os curtas deixaram de ser uma escola para fazer longas e ganham cada vez mais independência como gênero".

No longa, Ravenle encarna Denise, uma mulher madura que ama seu marido com quem se casou virgem. Entediada com a rotina do casamento, ela começa a entrar em chats eróticos em busca de emoções.

Filmado com uma GoPro, câmera geralmente usada para captar esportes radicais, o curta foi feito como um estudo para o novo longa de Domingos, "Barata Ribeiro, 716", que trará Sophie Carlotte e Caio Blat. Roque e Pougy assinam a direção de fotografia do longa. "Fizemos esse curta porque queríamos testar essa câmera na dramaturgia. Domingos é inquieto, um curioso. Ele sempre quer fazer uma coisa diferente", disse Felipe Roque ao UOL.

Roque conheceu Domingos há dois anos, quando fazia o making of de "Infância" (20142), protagonizado por Fernanda Montenegro. "Desde então, fizemos vários trabalhos juntos. Ele por si só é uma faculdade. É impressionante o trabalho dele na direção dos atores. Hoje em dia, as pessoas estão muito preocupadas com a forma, a técnica. Às vezes a interpretação fica em segundo plano".

"Barata Ribeiro, 716", com previsão de estreia para o final do ano, traz Caio Blat como alterego do diretor na juventude. O filme recontará as festas homéricas que aconteciam no apartamento de Domingos, em Copacabana, no início dos anos 1960. Não era incomum que, na manhã seguinte, amanhecessem mais de 20 pessoas no apartamento. No elenco ainda estão Sophie Charlotte, no papel da sedutora Gilda, e Maria Ribeiro, como a introvertida Ariana. Além de Pedro Cardoso, Aleta Valente, Gabriel Antunes, Glauce Guima, Sérgio Guizé e Daniel Dantas. 

Divulgação

Ao 78 anos, Domingos Oliveira diz que se sente com 35 e lança 1º curta

Sophie Charlotte e Caio Blat em "Barata Ribeiro, 716", de Domingos Oliveira

Ao 78 anos, Domingos Oliveira diz que se sente com 35 e lança 1º curta

|

Comentários no Facebook