San Diego Comic-Con 2015 – Ex-Glee Lea Michele fala sobre a série de terror trash “Scream Queens”

Novo projeto de Ryan Murphy ("Glee" e "American Horror Story"), a série de terror trash  "Scream Queens" atraiu a ex-Glee Lea Michele justamente por ser diferente do papel que a consagrou. "Ela é muito diferente da Rachel, foi por isso que me interessei", contou ela, durante painel na San Diego Comic-Con neste domingo (12).

por

posteres-scream-queens-1 Novo projeto de Ryan Murphy (“Glee” e “American Horror Story”), a série de terror trash  “Scream Queens” atraiu a ex-Glee Lea Michele justamente por ser diferente do papel que a consagrou. “Ela é muito diferente da Rachel, foi por isso que me interessei”, contou ela, durante painel na San Diego Comic-Con neste domingo (12).

Uma das diferenças é um aparelho cervical usado pela personagem de Michele. “Aquilo não é confortável, principalmente depois de horas filmando”, disse a atriz.

Hester, interpretada pela atriz de “Glee”, é uma das integrantes da fraternidade onde se passa a série, liderada por Chanel (Emma Roberts), que é forçada a aceitar qualquer garota que queira entrar e começa a ser aterrorizada por um assassino misterioso.

Outro destaque da produção é a a veterana atriz Jamie Lee Curtis, que interpreta a reitora da faculdade onde os assassinatos acontecem. Segundo criador da série, Ryan Murphy, ele não teria seguido em frente se Curtis não tivesse aceitado o papel.

“Se você vai contratar Jamie Lee, você quer vê-la arrebentando, lutando, e é isso que fizemos: nós a vemos lutando contra três assassinos”, disse Murphy. “Eu disse a ela: ‘se você não vier, não vamos fazer a série’. Porque era uma coisa tão pessoal, uma homenagem. Fui muito sortudo. Veja o calibre dos atores nesse palco”, completou o produtor, adiantando que vamos ver uma cena de sexo da atriz com um garoto de 18 anos.

Musa de vários filmes de terror dos anos 1980, Curtis comemorou o novo trabalho. “Para mim, é um prazer ter um roteiro de verdade para trabalhar. Vindo de alguém que trabalhou em muitos filmes de terror não tão bem escritos assim, é ótimo ter um roteiro em que já está tudo lá”, brincou.

Definida por Murphy como uma mistura de “Haloween” com “Atração Fatal”, “Scream Queens” terá uma homenagem a um dos clássicos de Curtis logo nos primeiros episódios. “No segundo episódio, há um homenagem silenciosa que faço a ‘Halloween’, para todos vocês que amam Laurie”, disse o criador.

Curtis adiantou que o público pode esperar grandes reviravoltas dos personagens. “O que Ryan fez é mostrar que pessoas são complicadas. Todos que conhecemos são complicados. Se você tirar uma camada, você encontra algo escuro, e depois encontra algo diferente. O que é revelado é contraditório com o que está na superfície. E isso que faz você voltar toda semana”.

Quanto ao assassino misterioso que aterroriza as personagens, Murphy garantiu que é possível descobrir quem ele é no primeiro episódio, se for feita uma observação atenta. “Você vê o assassino na estreia. Se você ver de novo e analisar, você descobre quem ele é”.

A série conta ainda com Abigail Breslin, a “Pequena Miss Sunshine”, que vive uma ajudante de Chanel, a Chanel nº5. “Sempre quis fazer uma menina má. Quando encontrei com o Ryan, disse isso e ele entregou essa personagem. Os roteiristas dizem que os personagens pegam características nossas, e a minha tem ficado cada vez mais louca, não sei o que estão tentando me dizer”, brincou.

Trailer da série “Scream Queens”

Você também vai curtir