Ricardo Boechat encerra “Jornal da Band” estourando plástico-bolha

Ricardo Boechat encerrou o "Jornal da Band", desta sexta-feira (3), estourando o plástico-bolha direto da bancada. O âncora lamentou o fim de sua produção, anunciado pela empresa Sealed Air. A companhia inventou o plástico-bolha tradicional nos anos 1960, mas agora quer rever os seus conceitos.

por

Ricardo Boechat encerrou o “Jornal da Band”, desta sexta-feira (3), estourando o plástico-bolha direto da bancada. O âncora lamentou o fim de sua produção, anunciado pela empresa Sealed Air. A companhia inventou o plástico-bolha tradicional nos anos 1960, mas agora quer rever os seus conceitos.

Segundo o site “Olha Digital”,  a explicação para “a ação mais estraga-prazer da história da humanidade”, infelizmente, faz sentido do ponto de vista logístico. O plástico-bolha comum é distribuído já inflado, o que ocupa muito espaço. Portanto, também é mais caro armazená-lo e transportá-lo. Enquanto isso, o material da Sealed Air, chamado iBubble, pode ser enviado vazio para o cliente, que o enche conforme sua necessidade.

O novo plástico que entrará em seu lugar chama-se iBubble Wrap e não estoura graças a uma remodelação em seu design, que liga as bolhas em uma corrente, então elas acabam não estourando, diferentemente das bolhas de ar individuais, segundo informou o GizModo Brasil.

Plástico-bolha não será mais fabricado

Você também vai curtir