“Passou o período da galera bater na gente”, diz Marco Luque sobre “CQC”

Reprodução/Instagram/@uoloficialMarco Luque Depois de ter a temporada 2016 do "CQC" renovada, Marco Luque diz que o programa – alvo de muitas críticas e com baixa audiência desde a sua reformulação – enfrenta uma fase calma. O apresentador ainda não tem detalhes da próxima temporada.

"Não participei de nenhuma reunião, mas passou o período da galera bater na gente, já viram que não vamos cair. Quem gosta do programa, no começo do ano estava meio acanhado em falar que gostava com tanta gente falando naquela época, mas agora está bacana. A gente tem que superar todas as notícias ruins que a gente recebe na vida e bola para frente", disse Luque, que esteve no Grande Prêmio RISADARIA Smiles do Humor Brasileiro no Auditório Ibirapuera em São Paulo nesta terça-feira (7).

O humorista, que está desde 2008 no "CQC", garante que nunca teve um desgaste pelo longo tempo na atração da Band.

"Não fico muito tempo lá, trabalho só segunda feira, vou outro dia na produtora, não tenho o mesmo desgaste que o time de repórteres. Acho que quando mais a sério você quer ser levado, mais a chance de alguém puxar o seu tapete. Se você ficar ali na maciota, fica todo bem", disse.

por
  • Reprodução/Instagram/@Popzoneoficial

    "Passou o período da galera bater na gente", diz Marco Luque sobre "CQC"

    Marco Luque

Depois de ter a temporada 2016 do “CQC” renovada, Marco Luque diz que o programa – alvo de muitas críticas e com baixa audiência desde a sua reformulação – enfrenta uma fase calma. O apresentador ainda não tem detalhes da próxima temporada.

“Não participei de nenhuma reunião, mas passou o período da galera bater na gente, já viram que não vamos cair. Quem gosta do programa, no começo do ano estava meio acanhado em falar que gostava com tanta gente falando naquela época, mas agora está bacana. A gente tem que superar todas as notícias ruins que a gente recebe na vida e bola para frente”, disse Luque, que esteve no Grande Prêmio RISADARIA Smiles do Humor Brasileiro no Auditório Ibirapuera em São Paulo nesta terça-feira (7).

O humorista, que está desde 2008 no “CQC”, garante que nunca teve um desgaste pelo longo tempo na atração da Band.

“Não fico muito tempo lá, trabalho só segunda feira, vou outro dia na produtora, não tenho o mesmo desgaste que o time de repórteres. Acho que quando mais a sério você quer ser levado, mais a chance de alguém puxar o seu tapete. Se você ficar ali na maciota, fica todo bem”, disse.

Luque também afirmou que a equipe está muito mais segura neste segundo semestre e que não se incomoda com os julgamentos sofridos: “É normal as críticas quando você muda um formato, muda os integrantes, mas o Dan está superbem agora, pegou a mão dele”, analisa.

Você também vai curtir