Criatividade não tem prazo de validade, declara Madonna se comparando a Picasso

por

imagePrestes a embarcar em mais um turnê, Madonna diz estar se sentindo em plena forma criativamente no alto de seus 56 anos. Em entrevista à Billboard, a estrela pop se comparou ao famoso pintor espanhol Picasso, que continuou na ativa até seu falecimento aos 91 anos de idade.

“Gosto de me comparar a outros artistas, como Picasso. Ele continuou pintando e pintando até o dia que morreu. Por quê? Porque acredito que ele tenha tido inspiração para fazer”, disse a voz de “Ghosttown”. “A vida o inspirou, então ele precisava continuar se expressando e é assim que me sinto”.

Com mais de 30 anos de carreira, Madonna declarou que um de seus segredos para se manter em atividade é o desejo contínuo de inspirar outras pessoas. “Não acho que tenha um tempo, uma data de validade para ser criativo. Acho que você continua seguindo até não ter mais o que dizer”, afirmou.

Ela ainda deu alguns detalhes do que os fãs deverão esperar da turnê de “Rebel Heart”, que inicia no dia 9 de setembro em Montreal, revelando como foi difícil montar um repertório que contemple as novas músicas e os clássicos esperados pelos fãs.

“O tema que explorarei nos shows, mais do que qualquer coisa, é o amor e o romance. Quero que as pessoas saiam se sentindo inspiradas e sentindo que viram algo que nunca viram antes. Sentindo algo que nunca sentiram antes. Me dei conta que tenho 32 anos de canções, então tenho que escolher. É um quebra-cabeça que temos que montar, pois tematicamente as canções antigas e novas precisam combinar. Sonoramente elas precisam combinar”, completou a cantora.

Veja as letras traduções e mais de Madonna no Popzone.

Você também vai curtir