“Carioca ficou chateado e achou impressionante a violência”, diz Ceará

Wellington Muniz, o Ceará, procurou o amigo e também humorista  Márvio Lúcio, o Carioca, assim que soube sobre a tentativa de assalto que ele sofreu na sexta-feira (10) da semana passada.

por

Wellington Muniz, o Ceará, procurou o amigo e também humorista  Márvio Lúcio, o Carioca, assim que soube sobre a tentativa de assalto que ele sofreu na sexta-feira (10) da semana passada.

Carioca se dirigia para uma gravação do programa “Pânico”, na sede da Band, e parou em um semáforo com o carro blindado, quando foi surpreendido por três homens armados, um deles com um fuzil. Ele deu a ré e fugiu dos bandidos na contramão.

“Eu soube um dia depois pela minha mulher, quando cheguei em casa. A primeira coisa que eu fiz foi ligar para ele. Ele disse que a violência em São Paulo e nas grandes capitais é isso, mas que está tudo bem”, contou ao Popzone após coletiva de imprensa de seu novo programa, “A Grande Farsa”.

O apresentador afirmou que Carioca não chegou a comentar sobre a vontade de mudar de país após o susto, como ele disse em rápida entrevista para o “Jornal da Band”.

“Ele ficou chateado, falou que é impressionante… Que o cara estava de fuzil. Ele está bem e é o que mais importa”, disse.

Você também vai curtir