TOPO

Ricky Martin rompe com Donald Trump após comentários xenófobos

por Redação / Publicado em segunda-feira, 29 jun 2015 23:28 PM / / 510 views

Ricky Martin rompe com Donald Trump após comentários xenófobos

A Fundação Ricky Martin, que organiza anualmente um torneio de golfe para angariar fundos, decidiu mudar o lugar onde habitualmente acontece o evento, no Trump International Golf Club, na Flórida (EUA), devido às declarações polêmicas que Donald Trump deu sobre imigrantes mexicanos.

“Esta determinação corresponde ao compromisso de solidariedade do nosso presidente fundador aos direitos humanos e, especialmente, a comunidade latino-americana”, declarou a porta-voz do cantor Ricky Martin, Helga Garcia. “O nosso torneio de golfe, marcada para 21 de agosto, acontecerá no campo de golfe do Wyndham Grand, do Rio Mar Beach Resort”.

O principal objetivo da Fundação Ricky Martin é lutar pelo bem-estar de crianças em todo o mundo, com foco em questões como educação, saúde, justiça social e tráfico de seres humanos. Desta forma, o cantor junta-se as muitas celebridades que expressaram seu desacordo com as palavras de Trump sobre o imigrante mexicano, durante seu criticado discurso no lançamento de sua pré-candidatura a presidência da república do Estados Unidos pelo partido republicano.

Efeito cascata
A emissora “NBC” anunciou, nesta segunda-feira (29), que rompeu todo e qualquer vínculo com Donald Trump e deixará de transmitir os concursos Miss EUA e Miss Universo, além de cancelar sua participação no reality show “The Apprentice” (O Aprendiz), devido aos comentários xenófobos feitos pelo magnata no lançamento de sua pré-candidatura à presidência pelo Partido Republicano.

A emissora latina “Univision” foi a primeira a romper relações comerciais com a Trump Organization, na sexta-feira (26), também em relação à transmissão no dia 12 de julho do Miss EUA 2015, por considerar as declarações “ofensivas”. Trump reagiu e disse que processaria a “Univisión” por quebra de contrato.

Celebridades como o produtor musical Emilio Estefan, o cantor colombiano J. Balvin, o ator chileno Cristián de la Fuente e a atriz porto-riquenha Roselyn Sánchez criticaram os comentários de Trump e cancelaram suas participações no evento.

|