Ratinho cria versão genérica de Maju em seu programa no SBT

Reprodução/SBT.com.brRatinho cria versão genérica de Maju, da Globo, em seu programa no SBT

por

Ratinho cria versão genérica de Maju em seu programa no SBT

Ratinho cria versão genérica de Maju, da Globo, em seu programa no SBT

O sucesso estrondoso de Maria Júlia Coutinho à frente da previsão do tempo do “Jornal Nacional”, da Globo, levou Ratinho a criar uma versão genérica de Maju, interpretada pelo comediante Marquito, em seu programa no SBT.

“Eu queria dizer que é um previsão séria. A Globo não tem a moça chamada Maria Júlia? Nós também temos a nossa Maju, que, nesse caso, é a Maria Judite”, brincou Ratinho, sob gargalhadas.

O quadro já era exibido pelo programa há algum tempo, mas, devido à repercussão da jornalista da Globo, Ratinho optou por realizar uma paródia específica.

Maria Júlia iniciou a sua carreira no Jornalismo da Globo como repórter de telejornais locais, em São Paulo. Se tornou pouco tempo depois a “moça do tempo” no “SPTV”, “Bom Dia São Paulo”, “Bom Dia Brasil” e também no “Hora 1”. Ela ficou conhecida na redação paulista com esse apelido, “Maju” (para os íntimos). É considerada uma das repórteres mais simpáticas da emissora, e com uma legião de fãs nas redes sociais.

À previsão do tempo do “JN”, Maria Júlia deu características novas e impôs a sua personalidade, ao citar as capitais como “Beagá” e “Floripa”, por exemplo, e chamar as chuvas fracas como “chuvica”.

Nos primeiros dias à frente da nova função, Maria Júlia chegou a corrigir um termo utilizado pelo chefe Bonner [o correto seria “tempo firme” e não “tempo bom”] durante a previsão do tempo no “Jornal Nacional”.

Em análise feita pelo colunista do Popzone Flávio Ricco, até agora, pelo menos a sua classe, elegância e segurança têm chamado atenção não só da Redação da Globo, mas também dos telespectadores.

Você também vai curtir