Lázaro Ramos fala sobre profissão de ator: “Não é só ganhar roupa”

Divulgação/Canal Viva Lázaro Ramos durante entrevista para o "Grandes Atores", exibido no canal Viva

por

Lázaro Ramos fala sobre profissão de ator: "Não é só ganhar roupa"

Lázaro Ramos durante entrevista para o “Grandes Atores”, exibido no canal Viva

Lázaro Ramos falou sobre o sucesso e suas consequências durante entrevista para o “Grandes Atores”, programa exibido no canal Viva que vai ao ar neste sábado (27), às 18h30. “No meu caso, talvez tenha transformado mais a percepção que as pessoas têm sobre mim e meu trabalho”, começa explicando o ator.

Segundo ele, a profissão exige cuidados, pois há o risco de se ficar deslumbrado e vaidoso por se conviver somente dentro do universo artístico, deixando de olhar o resto do mundo. “Que, na verdade, é nossa grande inspiração”, avalia. Para evitar tal tipo de consequência, Lázaro procura sempre manter sua rotina. “Nessa profissão, não são só benefícios, não. Não é só ganhar roupa, não”.

As fofocas são a pior parte da fama, segundo ele. “Outro dia apareceu que eu havia abandonado minha mãe. Coitada, falecida há doze anos!”, lembra. No entanto, Lázaro destaca que a credibilidade que alcançou e o reconhecimento do público são uns dos pontos positivos do sucesso.

Criação da tia
Nascido em Salvador, o ator conta que foi criado com regras rígidas por uma tia, dona Helenita, que hoje está com 90 anos. “Minha mãe era doméstica e meu pai operador de máquinas do pólo petroquímico. Desde a geração dele, ela quem cuidava dos sobrinhos para terem uma educação melhor. Virou costume”, explica ele.

“Não brincávamos na rua, e sim, no quintal dela. Por um lado pode parecer uma prisão, mas, por outro, era libertador morar num lugar aonde o que eu tinha era imaginação e uma árvore. Então, acho que isso também alimentou o universo artístico”, reflete.

Lázaro acredita que a entrada para o teatro, ainda pequeno, ajudou a curar sua timidez. “Para mim, era muito mais fácil fazer um poema, um versinho e falar numa festa do Dia das Mães, do que chegar em casa e dizer que amava a minha mãe”, recorda-se.

Vida pessoal
Casado com a atriz Taís Araújo há 10 anos, os dois são pais de João Vicente e Maria Antônia , fala sobre paternidade e diz que o primeiro filho sempre dá muito medo.

“De não ter trabalho, de não saber criar, de não ser pai. Depois, ele mesmo te ensina. Profissionalmente, é como se eu tivesse um laboratório em casa. Antes do João, escrevia para a criança que eu fui. Agora, escrevo para a que ele é”, afirma Lázaro.gNews Mais

Você também vai curtir