TOPO

“Eu só me apaixonei duas vezes em minha vida”, diz Vera Fischer

por Redação / Publicado em domingo, 28 jun 2015 11:50 AM / / 924 views
  • Reprodução/TV Globo

    "Eu só me apaixonei duas vezes em minha vida", diz Vera Fischer

    Vera Fischer diz que se apaixonou apenas duas vezes em sua vida

Vera Fischer disse na noite deste sábado (27) que se apaixonou apenas duas vezes em sua vida: pelo ator e diretor Perry Salles, o seu primeiro marido, e pelo ator Felipe Camargo, o segundo.

“Eu só me apaixonei duas vezes na minha vida. Uma vez por Perry, o meu marido, e a segunda vez por Felipe Camargo na novela ‘Mandala’, onde fazíamos mãe e filho, aquela coisa gostosa, tão proibida, que, na vida real, acaba dando certo”, disse a atriz durante participação no “Altas Horas”.

“Mas foi em cena ou foi nos bastidores?”, quis saber Serginho Groisman sobre o início do relacionamento com Camargo. “É, foi mais ou menos, uma coisa e outra. Só que assim, como sou muito direita, esperei terminar meu casamento com Perry e a novela para engatarmos o nosso relacionamento”, respondeu Vera, logo de imediato, para evitar questionamentos sobre uma suposta traição.

A atriz foi casada por 15 anos com o ator e diretor Perry Salles, morto aos 70 anos em 2009, vítima de um câncer. Já o casamento com Felipe Camargo ocorreu no ano de 1987, após o término das gravações de “Mandala”.

Ainda durante o programa, Vera se emocionou ao rever cenas de novelas em que atuou, como “Espelho Mágico” (1977), “Sinal de Alerta” (1978), “Brilhante” (1981), “Mandala” (1987), “Desejo” (1990), “Riacho Doce” (1990), “O Rei do Gado” (1996) e “Laços de Família” (2000). “É muito bom rever os meus colegas, que amo tanto. A Carolina [Dieckman], em todo lugares que ela me vê, ela me chama de ‘mami’… e tantos outros atores maravilhosos que tive chance oportunidade de trabalhar, e que me ensinaram coisas. Esse público enorme, nesses anos todos, não há nada que se compare”, avaliou ela, com lágrimas nos olhos.

Em entrevista ao Popzone, em 2014, Vera deixou bem claro a intenção de não voltar a fazer televisão. “Já fiz muitas novelas, minisséries. Tenho quase 40 anos de Globo, estou cansada”, declarou.

O que teria contribuído para Vera a tomar essa decisão foi seu último personagem, a cafetina Irina, de “Salve Jorge” (2012). A atriz sempre deixou claro que não gostou dos rumos que a personagem tomou na trama de Glória Perez. “Não foi muito legal. E também estou cansada da rotina. Não tenho nenhum convite e nem estou procurando. Não quero voltar, mas nada na vida é definitivo”, afirmou.

|

Comentários no Facebook