TOPO

Em prêmio, Gagliasso discursa por fim da censura a beijos gays nas novelas

por Redação / Publicado em terça-feira, 09 jun 2015 07:11 AM / / 513 views
  • Alex Palarea, Felipe Assumpção e Felipe Panfili / AgNews

    Em prêmio, Gagliasso discursa por fim da censura a beijos gays nas novelas

    Bruno recebe o prêmio de Melhor Ator

Bruno Gagliasso recebeu o troféu de Melhor Ator no Prêmio Contigo! por sua atuação como o serial killer Edu, na série “Dupla Identidade”, na noite desta segunda-feira (8). Em seu discurso, o ator relembrou a censura que sofreu com seu personagem gay em “América” e falou sobre o atual boicote a “Babilônia”.

“Em “América”, vivi um personagem que se descobria homossexual. Fiz com tesão, porque sou movido a tesão, paixão. Nessa novela gravamos um beijo gay e faltando uma hora para ir ao ar cortaram sem avisar aos atores. Fiquei muito triste porque me senti censurado. Quando teve a novela do Mateus Solano (Amor à Vida) fiquei torcendo muito porque achei que ia ser um grande passo para o Brasil. E agora faço uma novela com a Fernanda Montenegro, vi um beijo gay e não vi mais. Isso me deixou muito triste”, disse.

Ator disse que prefere parar de trabalhar caso essa censura continue.

“A gente tem que ter muito cuidado porque a gente faz arte. Sou ator por querer transformar. Não queriam que eu fizesse esse papel de ‘Dupla Identidade’ porque me achavam muito novo, pedi pra fazer o teste. O que me move é a paixão. Não vamos dar um passo para trás. Vamos bater o pé. O desabafo é esse. Quero continuar fazendo o que eu faço para transformar, se não, vou deixar de fazer”.

|

Comentários no Facebook