TOPO

Deborah Secco diz que se achava horrorosa e nada sexy no início da carreira

por Redação / Publicado em sexta-feira, 19 jun 2015 15:20 PM / / 376 views
  • João Cotta/Divulgação/Globo

    Deborah Secco diz que se achava horrorosa e nada sexy no início da carreira

    Deborah Secco é a entrevistada de Bianca Ramoneda no “Ofício em Cena”, da GloboNews.

Em entrevista ao programa ‘Ofício em Cena’, da GloboNews, Deborah Secco relembrou seu início de carreira. Aos 35 anos de idade e quase 30 de profissão, a atriz disse que nunca se imaginou ser reconhecida como uma atriz sexy.

Ela lembrou que foi na novela “Suave Veneno”, de 1999, que Daniel Filho começou a aflorar esse lado seu. Deborah tinha 18 anos e sua personagem na trama era uma maria chuteira bonita e sensual. “Eu disse a ele: ‘Daniel, você escolheu a atriz errada!’ Eu me achava o ser humano mais horroroso do planeta, andava de moletom para esconder o que tinha por trás”, confidenciou.

Na época, o diretor pediu à figurinista Marília Carneiro que fosse à casa da atriz para trocar algumas roupas pelas da personagem, como saias e tops, para que Deborah incorporasse as peças à sua rotina. “Aquela novela foi muito trabalhosa para mim porque era o dia inteiro tendo que acreditar no que eu não acreditava. Eu não me achava linda, não me via capaz de seduzir ninguém”, contou a atriz.

Deborah disse que com o tempo superou o medo das cenas de nudez. Desde então, ela coleciona personagens que abusaram da sensualidade, como a modelo Darlene, em “Insensato Coração”, e a prostituta Bruna Surfistinha, no filme homônimo, ambos em 2011.

“Esse filme me calejou muito nessa área, se eu parasse para pensar, não faria”, explica a atriz, que na preparação para a personagem conviveu com prostitutas. “Eu não posso, por pudor ou por vergonha, não contar essa história que eu tive o privilégio de ouvir”. Deborah está grávida de três meses de seu primeiro filho, do relacionamento com o surfista Hugo Moura.

O “Ofício em Cena” vai ao ar na próxima terça-feira (23) às 23h30.

|

Comentários no Facebook