TOPO

No “Mais Você”, Ana Maria chora ao assistir a entrevista de Huck e Angélica

por Redação / Publicado em terça-feira, 26 maio 2015 20:06 PM / / 496 views

No "Mais Você", Ana Maria chora ao assistir a entrevista de Huck e Angélica

26.mai.2015 – Ana Maria Braga não contém as lágrimas e chora no “Mais Você”

Ana Maria Braga se emocionou no “Mais Você” desta terça-feira (26). Amiga de Luciano Huck e Angélica, a apresentadora chorou após ver um VT da entrevista que o casal deu para o repórter José Roberto Burnier, do “Jornal Nacional”, na qual eles dão detalhes sobre o acidente aéreo que sofreram no último domingo. O voo particular em que o casal de apresentadores estava, junto com os três filhos e as duas bábas, fez um pouso forçado em uma fazenda a 30 km de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

“Eu estou emocionada porque adoro esses meninos. Não sei por que eles não choraram. Eu chorava tanto, mas chorava de alegria. Ontem eu disse para o Luciano que Deus manda uns recados de vez em quando para a gente, para dizer ‘olha, você tem tanto para fazer na vida e tem tanto para agradecer’. São sinais de Deus, por isso vale a pena essa milagre da vida”, disse Ana Maria Braga.

Alta hospitalar

Huck e Angélica tiveram alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo, logo após a entrevista ao “JN”. Eles deixaram o local por volta das 21h30. “Agora vamos descansar em casa”, declarou o apresentador.  Usando um colar cervical, Angélica deixou o hospital chorando. “Apanhei um pouco, mas estou ótima. Estou cansada”, disse brevemente. “Agradeço o carinho de todos”, completou Huck.

O acidente

O avião, modelo Embraer 820C, decolou da Estância Caiman, na cidade de Miranda, e seguia para Campo Grande, em um trajeto de 230 quilômetros, quando sofreu uma falha. O piloto informou os controladores por volta das 11h deste domingo (24).

Segundo o capitão médico Mauro Pascale, que participou do resgate, a equipe foi acionada por um alerta de acidente aeronáutico. “Chegamos ao local com quase nada de informações. O Corpo de Bombeiros já tinha assistido as vítimas mais leves. Quem tinha o estado um pouco mais grave era o piloto, que bateu a testa no painel e tinha um traumatismo crano-encefálico leve. Ele estava consciente e foi evacuado pela nossa equipe”, afirmou.

Num segundo voo ao local, a equipe coletou material e fez fotos para ajudar na investigação. Por meio de nota, a FAB  informou que uma equipe do Quarto Serviço Regional de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 4) seguiu para o local para apurar as causas do acidente.

Em entrevista ao “Encontro”, da rede Globo, o piloto Osmar Frattini relatou o acidente. “Acendeu no painel uma luz amarela escrito tempo de combustível, que indica uma obstrução de combustível para o motor. Dez segundos depois acendeu a do motor direto também”, explicou, completando em seguida: “Eu não tinha mais muito tempo por causa da altura. Havia uma serra na frente, eu não tinha outra opção. Havia risco de explosão do outro motor e assim íamos cair como uma pedra no chão”.

Depois, ao “Jornal Hoje”, Frattini contou que teve como obstáculo na descida a presença de um rebanho, do qual teve de desviar. “A vaca passou pertinho de mim, subimos, novamente coloquei na altitude, depois [o avião] tocou o solo e deslizou”.

|

Comentários no Facebook